Palace:Governo tem 90 dias para definir destino do Hotel

0
Carlos Pinna cobra solução definitiva para empreendimento (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O Governo do Estado tem prazo de 90 dias para apresentar uma solução definitiva para o Hotel Palace. O prazo foi fixado nesta quinta-feira, 7, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), em medida cautelar defendida pelo conselheiro Carlos Pinna, relator do processo, destacando a necessidade da Secretaria de Estado do Turismo (Sectur) contratar empresa especializada para realizar vistoria técnica para, efetivamente, definir se há necessidade ou não de demolir aquele prédio, localizado no centro de Aracaju.

Pela medida cautelar, o Estado dispõe de 60 dias para agilizar a contratação da empresa especializada que realizará a vistoria técnica para identificar a necessidade ou não de demolição e de 30 dias, após o resultado, para apresentar um projeto com a solução técnica definitiva sobre o destino da edificação. O conselheiro Carlos Pinna informou que o TCE está analisando a situação de outros prédios públicos que apresentam riscos em Aracaju e que tomará decisões semelhantes para encontrar soluções definitivas para sanar os problemas destes empreendimentos.

Com relação ao Hotel Palace, o conselheiro destacou preocupação com toda a estrutura e, em especial, com as infiltrações decorrentes de problemas detectados no telhado e também quanto à piscina, cuja construção não estava prevista no projeto original. Uma situação, conforme adverte Carlos Pinna, que aumenta a preocupação devido à falta de manutenção.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado do Turismo informou que o Governo ainda não recebeu notificação do TCE sobre a questão, mas garantiu que a secretaria já está analisando as patologias relatadas pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) nas áreas de responsabilidade do Governo do Estado  para adotar as medidas necessárias e solucioná-las. 

Por Cássia Santana

A matéria foi alterada às 13h57 para acrésimo das informações enviadas pela assessoria da Secretaria de Estado do Turismo

Comentários