PL declara Empada de aratu de Terra Caída como patrimônio cultural

0
(Foto: Blog Iran Barbosa)

Quem visitar o povoado Terra Caída, no município de Indiaroba, região Sul de Sergipe, não pode deixar de experimentar a conhecida empadinha de aratu do Seu Pascásio, comercializada na localidade há mais de 50 anos pelo mestre na culinária popular Pascásio Custódio da Costa, 85 anos, sendo o prato mais atrativo do Restaurante Frutos do Mar, de sua propriedade, que funciona próximo à rampa de embarque para a balsa que faz a travessia do Rio Piauí.

Feita com catados do crustáceo aratu, presente na região, a iguaria, de preparo próprio e sabor único e marcante, é reconhecida no litoral sul do estado e é um dos grandes atrativos culinários para os turistas e visitantes que passam pelo povoado Terra Caída.

Por essa singularidade, o deputado estadual Iran Barbosa, do PT, apresentou, na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), o Projeto de Lei 277/2021, que declara a Empadinha de Aratu do povoado Terra Caída, município de Indiaroba, patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Sergipe.

“É difícil estar em Terra Caída e não ser seduzido pelo cheiro delicioso das empadas produzidas pelo senhor Pascásio. Quem prova reconhece que elas são uma verdadeira maravilha gastronômica. Por essa singularidade no modo de fazer, por seu sabor único e por sua identidade como um prato da culinária daquela comunidade, compreendemos que é merecido o reconhecimento desta empada de aratu como um patrimônio da nossa cultura e que deve ser preservado e passado para as próximas gerações”, explicou o deputado Iran Barbosa.

O parlamentar esteve pessoalmente em Terra Caída, nesta sexta-feira, 19, para visitar o Restaurante Frutos do Mar e entregar ao senhor Pascásio da Costa uma cópia do Projeto de Lei 277/2021, que já tramita na Alese.

“O catado de aratu de Terra Caída combinou perfeitamente como um recheio delicioso nas empadinhas do bar e restaurante do Seu Pascásio, e no cais do povoado, é uma atração e um ponto certo de parada para os turistas degustarem essas deliciosas empadinhas de aratu, com seu sabor e modo de preparo únicos em nosso estado, no Brasil e no mundo. Recomendo a quem não conhece essa maravilha culinária que reserve um dia para vir aqui conhecer”, enfatizou Iran Barbosa, que não perdeu a oportunidade de, na visita, provar, mais uma vez, da iguaria.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais