PL defende controle de superpopulação de animais

0

Tribuna Livre reuniu entidades de defesa aos animais (Fotos: Portal Infonet)

Em Tribuna Livre realizada nesta terça-feira, 11, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), a discussão, proposta pelo vereador Dr. Emerson Ferreira (PT), a respeito do controle de superpopulação de animais ganhou destaque. Na oportunidade, entidades de proteção aos animais defenderam o Projeto de Lei (PL) 172/2012.

Sobre o assunto, o vereador se pronunciou e afirmou que havia sido procurado diversas vezes pelas entidades. “Além de os animais abandonados na rua crescerem indiscriminadamente, existe o risco de transmissão de doença entre eles e as pessoas. Vale ressaltar ainda, que em muitas ocasiões esses animais são apreendidos, sacrificados, jogados nos lixões, o que aumenta o risco nos aeroportos, pois aparecem mais urubus. Então é uma cadeia de problemas”, opina Ferreira.

Dr. Emerson também relata que o projeto foi construído junto com as entidades, e que a proposta é que os animais possam ser castrados. “Propomos a esterilização gratuita dos animais domésticos e apreendidos das ruas, de modo que possamos dar uma contribuição efetiva para o controle dessa superpopulação”, revela.

Dr. Emerson propôs a discussão

O vereador complementa dizendo que a ideia é que a população de baixa renda possa ter seu animal castrado gratuitamente, caso comprove ter renda de até três salários mínimos.

A representante da entidade Educação e Legalização Animal (Elan) Nazaré Moraes alega que o município de Aracaju confessa que mata entre 25 e 30 animais por turno. “Pense na quantidade de líquido podre que é direcionado ao lençol freático e na quantidade de urubus que aparecem nos aeroportos. O município faz anti-política de saúde pública. Aqui é um campo de concentração nazista dos animais”, desabafa Nazaré.

Ela destaca que, segundo o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de São Paulo, o procedimento de capturar um animal, manter durante alguns dias e depois sacrificar, custa significativamente mais que esterilizar, vacinar e vermifugar.

Nazaré defende a castração

Abrangência

Além da proposta de controle de animais, o PL 172/2012 prevê algumas outras ações, segundo relata o presidente do Sindicato dos Médicos Veterinários. “A lei vai além da questão da castração, e trata sobre a ordenação de tudo o que está relacionado aos animais de tração e aos produtos de origem animal, que não estão sendo fiscalizados”, acrescenta.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais