PM apresenta ao TRE Plano Operacional nas eleições

0

(Foto: Ascom TRE)

Na manhã da última quarta-feira, 12, o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) reuniu, no plenário Desembargador Fernando Ribeiro Franco, aproximadamente, 150 oficiais da Polícia Militar (PM), que irão atuar na preservação da ordem e da segurança pública durante as Eleições Municipais de 2012. Na ocasião, o secretário judiciário do TRE/SE, Marcos Vinícius Linhares, orientou sobre a Legislação Eleitoral e a PM repassou aos militares o Plano Operacional de Segurança.

Marcos Vinícius Linhares discorreu sobre crimes eleitorais, principalmente, os delitos mais comuns no dia da eleição: corrupção eleitoral ativa ou passiva, promoção de concentração ilegal de eleitores para embargar ou fraudar o exercício do voto, boca de urna, arregimento de eleitores e propaganda eleitoral, entre outros.

No que tange ao Plano de Segurança, o comandante do Comando do Policiamento Militar da Capital (CPMC), tenente-coronel Jackson do Nascimento, afirmou que ao todo 2955 policiais farão a segurança do Pleito, 1091 na capital e 1864 no interior. E a PM deslocará para cada sede de batalhão um efetivo de mais ou menos 20 policiais da choque e mais algumas especializadas, para reforçar o policiamento nas áreas consideras mais criticas, como Itabaiana e Canindé de São Francisco.

“Hoje o TRE repassou algumas orientações para os comandantes das tropas do que é permitido e proibido no Pleito, por parte dos eleitores e dos candidatos. Posteriormente, apresentamos o esquema operacional à eles. Qual ponto cada um vai trabalhar, quantos policiais cada local de votação terá, quais cidades precisam de reforço”, informou o tenente-coronel Jackson.

Plano de Segurança aos juízes

No dia 03 de setembro, a presidente do TRE/SE, Desembargadora Aparecida Gama, apresentou o Plano de Segurança das Eleições Municipais de 2012 aos juízes eleitorais. O plano foi concebido pelo Comando da Policia Militar, com base nas informações do tribunal, em relação às Eleições de 2010, e com as exigências e critérios estabelecidos pelos magistrados.

Fonte: Ascom TRE

Comentários