Presidenciável lança campanha em Aracaju

0

Ivan Pinheiro e Leonardo Dias defendem projeto
“Nós do PCB somos oposição de esquerda ao Governo Lula e a nossa candidatura é muito mais política do que eleitoral”. Foi o que afirmou o advogado e candidato à Presidência da República pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB), Ivan Pinheiro, durante coletiva de imprensa no Aeroporto de Aracaju, na tarde desta terça-feira, 13. Ele está lançando a candidatura na região Nordeste e veio participar da primeira manifestação pública do PCB ao Governo do Estado, cujo candidato é o professor Leonardo Dias.

Uma das propostas de campanha do PCB à Presidência da República é para que os hoyalties do pré-sal sejam divididos com base no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). “Entendo que o que é passado já foi prospectado e que os royalties do pré-sal sejam distribuídos inversamente ao IDH de

Ivan Pinheiro: “Não somos Dilma nem Serra”
cada estado. Proporcionalmente nessa fórmula, o Piauí e Sergipe vão ganhar mais do que o Rio de Janeiro”, destaca.

Ivan defende ainda que os estados disponibilizem engenheiros para orientar a população na construção de casas.  “Em vários estados do país, a população constrói em áreas de risco, em terrenos alagadiços. A presença de engenheiros facilitaria”, ressalta.

“Oposição de esquerda”

O presidenciável disse ainda que o partido faz uma oposição de esquerda ao Governo Lula. “Não somos uma oposição sectária, até porque nunca estivemos no PT. Achamos que o Governo

Coletiva aconteceu no Aeroporto de Aracaju
Lula segue quase que a íntegra o Governo Fernando Henrique Cardoso”, entende.

Indagado pela reportagem do Portal Infonet se numa possibilidade de um segundo turno entre Dilma Roussef (PT) e José Serra (PSDB), o PCB apoiaria Serra, Ivan Pinheiro foi enfático:

“Nós não apoiaríamos Serra jamais. Com relação ao PSDB é uma questão ideológica. Entendemos que o PT está cada vez mais parecido com o PSDB. As candidaturas Dilma e Serra estão no mesmo campo, para administrar o capitalismo. É uma coisa mais de gestão, a disputa pelo poder. Nós não somos Dilma nem Serra e não temos candidatos para o segundo turno. Não queremos ainda no 1º turno estar discutindo o 2º”, enfatiza.

Questões sociais

O candidato ao Governo de Sergipe pelo PCB, Leonardo Dias afirmou que a presença de Ivan Pinheiro ao primeiro ato da campanha em Sergipe, é importante. “É uma força para esse projeto que o partido tem, construído nas bases, nos sindicatos, nas associações de moradores, ou seja, um projeto voltado para as questões sociais”, diz.

Carreata

Após a coletiva, os candidatos à Presidência da República e militantes do PCB seguiram em uma carreata pelas ruas da cidade. Em seguida, participaram de um ato de lançamento oficial da chamada Campanha 21, no Sindicato dos Bancários de Sergipe. A programação conta ainda com a inauguração do Comitê 21, no conjunto Fernando Collor, em Nossa Senhora do Socorro, a partir das 20h desta terça-feira, 13.

Por Aldaci de Souza

Comentários