Professora Lígia Sales recebe título de Cidadania

0
(Foto: Ascom)

Por iniciativa do vereador Iran Barbosa, do PT, a professora Ligia Soares Sales de Campos, mais conhecida como “Tia Lígia”, recebeu, na tarde desta terça,4, na Câmara Municipal de Aracaju, o título de Cidadania Aracajuana. Nascida na cidade de Estância, na região Sul sergipana, a educadora, de 81 anos, ensina há seis décadas. Aposentada, ainda não perdeu a paixão pela profissão e ainda leciona em escolas privadas da Capital.

A entrega do título foi prestigiada por seus familiares, colegas de profissão, ex-alunos e por autoridades locais. O governado Jackson Barreto enviou telegrama de congratulações e o prefeito de Aracaju, João Alves Filho, se fez representar pela secretária municipal adjunta de Educação, Osvaldina Ribeiro da Cruz.

Para o vereador Iran Barbosa, que também é professor, o título à professora é mais do que merecido. Segundo ele, Lígia Sales conseguiu se consolidar entre os aracajuanos como uma militante da área da educação, adquirindo não só o respeito das várias gerações que a própria educou, mas também de toda a sociedade.

O parlamentar lembrou que os colegas de magistério têm em Lígia Sales uma referência, por sua carreira respeitável e por sua personalidade cativa, alegre e respeitável. “Ela é uma referência profissional para todos nós”, disse.

Ainda segundo Iran, quando o parlamento busca uma pessoa para receber um título de cidadania, deseja não apenas homenageá-la, mas também fazer uma homenagem à cidade e aos seus cidadãos. “Acolhê-la como cidadã de Aracaju é também homenagear a nossa cidade e os nossos irmãos aracajuanos, de forma que me sinto bastante honrado em ter sido o proponente desse título”, afirmou o petista.

Iran Barbosa também destacou que o título à professora Lígia Sales foi sugerido por colegas professores, e sendo logo após o mês de outubro, em que se comemora o Dia do Professor (15), torna-se uma forma simbólica de homenagear todos aqueles que se dedicam à formação das novas gerações.

Trajetória dedicada à educação

Bastante emocionada, a professora Lígia Sales fez um resgate da sua história de vida, desde a sua infância na cidade de Estância com a família, e da militância no magistério iniciada em 1950, em Propriá, quando concluiu o Curso Normal e, já no ano seguinte, assumiu o cargo de professora pública normalista de Jardim de Infância na cidade de Aracaju, onde acabou por fixar residência.

Lígia Sales brincou, ao afirmar que, quando recebeu o aviso de que receberia o título de Cidadania Aracajuana pelo Legislativo Municipal da Capital, de repente, lembrou-se que realmente não era aracajuana. “Foi então que dei conta que não era filha legítima de Aracaju, mas que fui adotada carinhosamente por esta cidade. Sentia-me tão aracajuana que esqueci que não nasci aqui”, gracejou a homenageada.

A professora agradeceu ao vereador Iran Barbosa pela indicação do seu nome para recebimento do título de cidadã aracajuana destacando a luta do parlamentar em favor dos educadores e do seu comprometimento com a educação. Lembrou que uma das coisas que mais marca a sua trajetória dedicada à educação é que, por onde passa, sempre encontra com algum aluno que passou por suas salas de aula.

“Em Aracaju e em todo o Sergipe, por onde passo, encontro ex-alunos meus. Quando viajo, em todos os estados brasileiros por onde passo, sempre encontro ex-alunos; e olha que eu conheço todos os estados. Até mesmo no exterior, como na Argentina, também encontrei ex-alunos”, revelou.

Educação física e literatura

Outro fato de destaque na carreira da professora Lígia Sales é que, além de professora de Letras, ela realizou cursos na área da Educação Física, tendo ensinado, também, em escolas por onde passou técnicas de handebol, voleibol, ginástica rítmica e atletismo.

A professora lecionou em várias escolas públicas e privadas da capital sergipana ao longo da sua vida, como também, foi responsável por trazer para Aracaju diversos nomes da literatura brasileira, como Inácio de Loyola Brandão, Lígia Fagundes Teles, Ziraldo, Henfil, Nélida Pinõn e outros.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais