Professores estaduais voltam às galerias da Assembleia

0

Professores acompanharam a sessão desta terça-feira (Fotos: Portal Infonet)

Professores da rede estadual de ensino compareceram à Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira, 3, para pedir apoio aos deputados quanto ao cumprimento da Lei do Piso por parte do Governo de Sergipe. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese), Ângela Melo, explicou que a Lei do Piso é reajustada em janeiro, mas o secretário Oliveira Júnior (Secretaria de Planejamento) descartou o aumento do MEC, de 22, 22%

“O Governo do Estado até o momento não enviou mensagem à Assembleia reajustando o Piso do Magistério. No pagamento de março, os professores de nível médio e o sindicato foram surpreendidos com uma folha suplementar. O Piso Salarial é previsto em lei e não vem sendo cumprido. Isso é uma preocupação para a categoria, pois nós temos uma carreira complexa”, destaca Ângela Melo.

A presidente do Sintese explicou que a diretoria do sindicato solicitou uma audiência e foi recebida no último dia 29 de março pelo secretário Oliveira Júnior e na conversa, ele ressaltou que somente os professores com formação em nível médio em início de carreira receberão o reajuste de 22, 22%.

Ângela Melo: "Conversa com Oliveira Júnior nos preocupou"

“A conversa com o secretário Oliveira Júnior deixou o sindicato preocupado, com isso estamos aqui na Assembleia pela segunda vez este ano para pedir apoio aos deputados a nossa luta e mostrar que a nossa campanha pelo reajuste do Piso já começou há muito tempo, temos uma carreira conquistada há mais de 30 anos e não vamos perder agora”, alerta.

A categoria terá uma assembleia geral no próximo dia 10 de abril a partir das 15h n Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe. “Nesse encontro, os professores irão deliberar novas formas de luta”, informa Ângela Melo.

Por Aldaci de Souza

Comentários