Reajuste de servidor público é tema no Poder Legislativo

0
Painel indica presença da maioria, mas plenário fica esvaziado durante o debate (Foto: Cássia Santana/Portal Infonet)

Nos pronunciamentos dos parlamentares na sessão ordinária desta quarta-feira, 20, na Assembleia Legislativa, o reajuste dos salários dos servidores públicos do Estado se tornou a preocupação central de dois deputados estaduais: capitão Samuel (PSC) e Ana Lúcia Menezes (PT) que, embora com o plenário esvaziado, permaneceram cobrando uma posição do governo quanto aos índices do reajuste.

O capitão Samuel teme uma onda de greves, uma vez que a data base dos servidores públicos é fevereiro, e a deputada Ana Lúcia fez um apelo para o governo acabar com supostas distorções e possa aplicar o reajuste do piso do magistério para todos os níveis da carreira. Para o capitão Samuel, o governo deve agilizar o anúncio do índice do reajuste salarial, mesmo que não tenha condições de conceder reajuste à altura dos sonhos dos servidores.

Alerta

Antes dos debates em torno do reajuste dos servidores, o deputado Venâncio Fonseca (PP), líder da oposição, usou a tribuna da Assembleia para fazer um alerta ao governador Marcelo Déda tomando como base notícias veiculadas pela imprensa sobre a reforma administrativa.

“Todos os nomes citados para ser nomeados em cargos do governo são candidatos em 2014 e todos são derrotados políticos, que perderam a última eleição”, anunciou Venâncio. “Quero saber o que estes milagrosos cidadãos vão fazer para oferecer uma vida melhor aos cidadãos”, comentou. Segundo Venâncio, são mais de cinco nomes. “Desse jeito, o governo Dedinha não vai suportar”, considerou, de forma irônica.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais