Reforma Política é debatida na capital sergipana

0

Seminário reuniu grande número de participantes (Fotos: Portal Infonet)

Representantes da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge) e do Sindicato dos Engenheiros de Sergipe (Senges) realizaram um seminário nesta sexta-feira, 8, em Aracaju, o seminário “A Reforma Política no Brasil”. De acordo com o presidente da Fisenge, Carlos Roberto Bittencourt, a Reforma Política e Eleitoral está sendo debatida no Congresso Nacional, devendo entrar em votação nos próximos dias 9 e 10 de abril.

“Alguns movimentos, a exemplo do Movimento contra a Corrupção Eleitoral [de onde nasceu a Lei da Ficha Limpa, com mais de 1.500 assinaturas] estão se organizando. Já são 11 sindicatos de engenheiros das diversas regiões do país, além de várias entidades sindicais discutindo a Reforma Política, um assunto polêmico e que não é consensual, no Congresso”, ressalta Carlos Bittencourt.

O presidente da Fisenge destacou entre os temas em discussão, o financiamento público de campanhas.

Carlos Bittencourt, presidente da Fisenge

Deputado Márcio Macedo

“A grande parcela dos parlamentares se elege com muitos recursos, os movimentos sociais possuem cada vez mais dificuldades de eleger alguém. É importante também uma democratização dos meios de Comunicação, pois alguns privilegiam determinados candidatos que acabam não representando a sociedade”, entende.

Um dos participantes do seminário, o deputado federal da bancada  sergipana, Márcio Macedo (PT), enfatizou a importância do seminário:

“Recebi o convite do Sindicato dos Engenheiros e não poderia deixar de participar da discussão de um tema fundamental para o Brasil e o fortalecimento da democracia. A sociedade precisa debater a Reforma Política. O país não agüenta mais vivenciar a força econômica definindo a eleição”, destaca Márcio Macedo.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais