Reforma Protestante será celebrada em Sessão Especial no dia 22

0
Solenidade acontece a partir das 9h, do próximo dia 22. (Foto: Divulgação)

Em alusão ao dia da Reforma Protestante, comemorado, anualmente, em 31 de outubro, será realizada, na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), uma Sessão Especial. A solenidade, que, em virtude da pandemia, seguirá as recomendações sanitárias e acontecerá de maneira remota, a partir das 9h, do próximo dia 22, foi de iniciativa da vereadora Emília Corrêa (Patriota).

Para Emília, além da importância do movimento no contexto da história ocidental e das religiões, os feitos de Martinho Lutero, como seu trabalho e comprometimento social, deveriam ser usados para promover mudanças em nossa sociedade. “Lutero foi inspirado pelo Espírito Santo de Deus. Muitos são pastores, mas o que faz a diferença é o Espírito Santo que está dentro de nós.

Para ele, era muito importante que meninos e meninas tivessem acesso à escola, um desafio semelhante aos que temos ainda hoje em uma sociedade patriarcal. Precisamos imitá-lo. Somente desse jeito, a gente verá a reforma que hoje chamamos de mudança”, afirmou.

História

A Reforma Protestante foi um movimento que teve início em 31 de outubro de 1517, na Alemanha, quando o monge Martinho Lutero fixou suas 95 teses na porta da catedral de Wittenberg, protestando contra doutrinas e práticas da igreja dominante. Marinho Lutero conclamou o povo e os eruditos a repensar o modo como interpretavam o cristianismo.

A reforma iniciada por Lutero em pouco tempo se espalhou para muitos outros países através de homens que levaram adiante a ‘redescoberta’ do Cristianismo Bíblico ao mundo. Assim, a liberdade pregada por Lutero incentivou o surgimento de várias correntes religiosas. Voltando ao que se entendia serem as origens do cristianismo, surgiram as igrejas luteranas, presbiterianas e muitas outras denominações, que mais tarde chegariam também ao Brasil.

A Sessão será transmitida pela TV Câmara, canal aberto 5.3, YouTube e site da Câmara: www.aracaju.se.leg.br

Fonte: Ascom/Vereadora Emilia Corrêa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais