Reinaldo Moura assume presidência do TCE

0

Conselheiro Reinaldo Moura
O conselheiro Reinaldo Moura, 65 anos, assumirá a presidência do Tribunal de Contas do Estado (TCE), em solenidade às 17 horas desta terça-feira, 10, no auditório da Corte de Contas para o biênio 2009/2011. Ele terá como vice-presidente, o conselheiro Heráclito Rollemberg e como corregedor Geral, o conselheiro Carlos Pinna de Assis. Já confirmaram presenças no ato de posse o governador Marcelo Déda (PT), o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) e o líder do PFL na Câmara Federal, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Também estarão presentes ao ato de posse de Reinaldo Moura o presidente da Associação dos Tribunais de Contas (ATRICON), conselheiroVictor Faccioni, o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Walton Alencar Rodrigues, o presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE), desembargador Roberto Porto e vários presidentes e representantes de Tribunais de Contas de Estados e de Municípios, além de procuradores e auditores.

Reinaldo Moura Ferreira, é filho de Olegário Mendonça Ferreira e Laudelina Moura Ferreira, sergipano de Japaratuba, jornalista e radialista, tendo atuado em orgãos de comunicação da Bahia e de Sergipe e em sua vida pública exerceu os mandatos de vereador em Aracaju – 1977 a 1978 e deputado estadual do Estado de Sergipe de 1978 a 2000.

Como parlamentar participou e presidiu comissões como a de Redação Final e a de Serviço Social, de Justiça, de Finanças, de Serviço Civil e foi líder do Governo por seis anos, em dois governos. Foi vice-presidente da Assembléia Estadual Constituinte (1989) e da Assembléia Legislativa – 1988 e 1989; membro da Comissão de Elaboração do Regimento Interno da Constituinte – 1988, presidiu a Assembléia Legislativa de 1993 a 1994 e de 1999 a 2000, assumiu o Governo do Estado por duas vezes: de 24/04/1993 a 27/04/1993 e de 10/10/1993 a 17/101993.

É Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, desde 08/02 de 2001 onde foi Corregedor Geral – 2005 a 2007 e será seu presidente de 10/03/2009 a março de 2011.

Comentários