Ricardo Marques pede instalação de CPI da Covid em Aracaju

0
O parlamentar reforçou a necessidade da instalação da CPI da Covid. (Foto: Gilton Rosas)

Os trabalhos legislativos presenciais deste ano começaram na terça-feira, 26, na Câmara Municipal de Aracaju. Foi a primeira sessão que o vereador Ricardo Marques (Cidadania), participou no Plenário e aproveitou o seu espaço no Pequeno Expediente para reforçar a importância desta Casa para a população e pedir um posicionamento maior dos colegas para buscar soluções para resolver os problemas da sociedade. O parlamentar levou argumentos e reforçou a necessidade da instalação da CPI da Covid.

“Muito bom estar aqui, mas quero ressaltar que para que essa Casa Parlamentar seja realmente bonita e forte, os discursos precisam avançar para fora destas paredes. Precisamos ouvir além do que as vozes internas, mas, acima de tudo, as vozes de quem nós estamos representando aqui que é o povo, as vozes das pessoas que estão nas ruas. São elas  que falam sobre a situação difícil do transporte de passageiros, da falta de uma mobilidade urbana que priorize o pedestre e o ciclista. São vozes das ruas que reclamam da falta de iniciativas para a geração de emprego e renda e também lamentam a falta de habitação”, garante.

O parlamentar continuou o seu discurso e focou nos problemas gerados na saúde pública de Aracaju. “Esse ponto é um dos que mais ouço nas ruas. Impossível esquecer as denúncias da licitação do Hospital de Campanha, os incêndios nos hospitais Fernando Franco e Nestor Piva, este último com cinco mortes de pessoas que estavam se tratando contra a Covid-19. Sem esquecer do servidor da secretaria da saúde e que teria desviado dinheiro do Fundo Municipal da Saúde para a sua própria conta”, recorda.

Em seu primeiro discurso presencial, Ricardo Marques, pediu a instalação da CPI da Covid para aprofundar também na área política as investigações desses casos. “Todos estes fatos que citei são suficientes para que a gente abra uma CPI aqui nesta Casa, para investigar todos os fatos suspeitos e levar ao conhecimento da população. A Polícia Civil e o Ministério Público estão trabalhando e investigando de forma técnica, mas nós precisamos aprofundar já que envolveram servidores públicos e existem indícios de favorecimento e corrupção. Temos agora mais do que nunca a responsabilidade de representar o povo que grita fora dessas paredes”, finaliza.

Fonte: Ascom/Vereador Ricardo Marques

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais