Rogério continua na expectativa do julgamento

0

 
Deputado espera exercer mandato concedido por mais de 116 mil pessoas(Foto: Portal Infonet)

O deputado estadual Rogério Carvalho (PT), eleito para a Câmara Federal em 3 de outubro com mais de 116 mil votos, tendo sido o mais votado de Sergipe, continua aguardando decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quanto ao processo que julga o registro de sua candidatura.

No último dia 30 de setembro, decisão monocrática por meio do ministro Arnaldo Versiani indeferiu a candidatura do ex-secretário de Estado da Saúde.  Na manhã desta quarta-feira, 20, Carvalho disse acreditar que o julgamento aconteça somente após as eleições do segundo turno e que está confiante.

De acordo com o deputado, não existe uma previsão para a data do julgamento. “Deus é quem sabe, mas acredito que vai depender da agenda do TSE, podendo acontecer após as eleições do segundo turno, por volta do dia 15 de novembro. A nossa expectativa é de confiança no julgamento, de que é justo que eu tenha o direito de exercer um mandato que nos foi dado por mais de 116 mil eleitores”, ressalta o deputado.

Ele lembrou que o processo foi motivado por uma inspeção do Tribunal de Contas no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em 2007. “Eu respeito o entendimento dos técnicos do TCE que identificaram alguns problemas no Huse, a exemplo de pessoas contratadas sem concurso e contas de energia em atraso, mas que eu os encontrei quando assumi”, enfatiza Rogério Carvalho.

Relembre

Rogério teve o pedido de impugnação do registro de sua candidatura no início de julho de 2010, feito por meio do Ministério Público Eleitoral e pela coligação do DEM, sob o argumento de improbidade administrativa com base no relatório do TCE no Huse no período em que exercia o cargo de secretário de Estado da Saúde.

A defesa foi feita e o candidato conseguiu a vitória por 6 a 0, levando-o a ter o registro da candidatura deferido pelo Tribunal Regional Eleitoral. Só que o MP entrou com recurso no Tribunal Superior Eleitoral. Em setembro houve a decisão monocrática em favor da impugnação da candidatura e o julgamento pode acontecer até o final de novembro.

“Estamos confiantes de que vamos participar da solenidade de diplomação dos eleitos em 3 de outubro, marcada pelo TRE para o dia 16 de dezembro”, destaca Rogério Carvalho.

Por Aldaci de Souza

Comentários