Samuel diz que Código de Disciplina prevê violência

0

Policiais acompanharam pronunciamento nas galerias (Fotos: Portal Infonet)

Policiais militares lotaram as galerias da Assembleia Legislativa na última segunda-feira, 7 para mais uma vez pedir apoio aos deputados estaduais para que não aprovem a Lei de Organização Básica (LOB) da maneira como foram elaborados pelo Governo do Estado. Ele demonstrou preocupação com as determinações do Código de Ética e Disciplina.

Em pronunciamento inflamado na tribuna, o deputado Capitão Samuel (PSC) afirmou que o código disciplinar prevê violência de superior hierárquico contra o subordinado para fazer ele trabalhar.

“O policial fica proibido de fazer qualquer tipo de ruído. O código disciplinar prevê violência de superior hierárquico contra o subordinado para fazer ele trabalhar.

Muitos militares estão com dúvidas e receosos com o que virá pela frente caso esse projeto seja aprovado na Assembleia Legislativa. Eu passei no quartel hoje e tinha uma policial feminina, ela está preocupada , dizendo: como será agora vocês vão puxar meus cabelos, mim fazer trabalhar?”, relata.

Capitão Samuel demonstra preocupação

Capitão Samuel solicitou dos deputados mais uma vez que não aprovem o projeto que chegou aquela Casa, pois, seria uma total invasão de privacidade da vida íntima do militar sergipano e que estaria providenciando um projeto substitutivo de forma urgente.

“Peço aos meus colegas que não aprovem isto aqui, nós vamos apresentar  um projeto substitutivo e já sei que vai vetar, mas vete e assuma o ônus que quer perseguir a família militar quando o governador diz que esse Código é para um, dois ou três indisciplinados.  Governador vá no quartel e converse com os militares ”, enfatiza.

Governo

Em entrevista à imprensa após a solenidade de posse dos secretários, Marcelo Déda mandou um recado aos policiais militares. “O Código de Disciplina e Ética da Polícia Militar é para os poucos maus policiais. Não podemos viver com regras frouxas, as penalidades são para os maus policiais, o bom policial não tem o que temer, este tem que aplaudir, porque este código vai colocar no seu devido lugar a minoria, que mancha a corporação”, entende o governador de Sergipe.

Por Aldaci de Souza

Comentários