Samuel pede reajuste linear para todos servidores

0
“Governo vai jogar trabalhadores contra trabalhadores”, alerta Samuel (Foto: arquivo Portal Infonet)

O deputado estadual Capitão Samuel Barreto (PSL), ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã de hoje (7), para pedir que o governo do Estado encaminhe para a Casa uma proposta de reajuste linear para todos os servidores públicos e que depois atenda as categorias que fez acordo. Samuel disse que o governo não pode jogar uma categoria contra a outra e alertou para uma greve geral dos servidores públicos do Estado prevista para o próximo dia 30.

Ao iniciar seu discurso, Samuel saudou os professores e agentes prisionais que acompanhavam os trabalhos na AL e disse que “a Procuradoria do Estado vem com um projeto para acabar com cargos comissionados e o governo não discute. Com os agentes prisionais que não estão reivindicando aumento de salário, mas que pegue o valor fixo e bote como salário-base, acabando com a gratificação. É uma incorporação ao salário e o governo não atende, não dialoga. Faço um apelo ao secretário de Administração para que se chegue ao um consenso nesta questão”.

Samuel disse que o governo poderia evitar mais greves, mas alertou que o Executivo está jogando uma categoria contra a outra. “Os professores negociaram e estão no direito deles. Agora o governo tinha que mandar logo uma proposta de reajuste linear e depois atender as categorias com quem firmou acordo. Estou recebendo a informação que no próximo dia 30 o sindicato dos servidores públicos está programando uma greve geral em todo Estado. Como é que o professor vai trabalhar com a escola sem merendeira, se faxineiro e sem segurança?”, questionou, alertando que tem servidores que ganham menos que o salário mínimo e que merece ser respeitado pelo governo do Estado.

Sejuc

Em virtude das declarações de deputado, a Secretaria de Estado da Justiça e de Defesa ao Consumidor (Sejuc) esclareceu por meio de nota, que o pleito já foi atendido. De acordo com o Secretário Benedito de Figueiredo, a Assembleia Legislativa já votou e aprovou, ainda em 18 junho de 2009, a Lei Complementar nº 166, determinando a incorporação das gratificações ao salário base dos servidores da carreira de segurança da Sejuc, ou seja, guardas prisionais e agentes penitenciários.

Fonte: Alese

A matéria foi alterada às 18h57 para acréscimo de nota da Sejuc.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais