Secretaria da Saúde não foi comunicada da saída de Samarone

0

Samarone no momento em que foi empossado por Edvaldo Nogueira
A Secretaria Municipal de Saúde continua negando o que toda a imprensa já está noticiando: a entrega do cargo do secretário municipal da Saúde, Antônio Samarone.  Desde o início da tarde que o Portal Infonet vem tentando confirmar diretamente com o secretário, mas ele não atende ao telefone. Na assessoria de Comunicação da SMS, os comentários são fortes, apesar de uma nota garantindo o que já não dá mais para segurar segundo fontes da própria Prefeitura de Aracaju.

Agora resta apenas saber qual foi o estopim que teria levado o secretário Antônio Samarone a entregar o cargo. O desgaste do secretário vem se agravando há vários dias e há quem diga que seja pela maneira polêmica de administrar. Recentemente chegou a chamar o vereador Moritos Matos de “perebento”, o que repercutiu não somente na classe política, mas na sociedade.

Dentro da Secretaria, há servidores que afirmam que Samarone não estava conseguindo administrar por conta de “uma certa influência de Rogério Carvalho”. Outros afirmam que o secretário “trabalha sobre pressão”. E ainda que um dos motivos para Samarone ‘chutar o pau da barraca’ teria sido por ter ficado insatisfeito com o contrato da Prefeitura de Aracaju liberando R$ 5,1 milhões ao Hospital de Cirurgia.

Há também a informação de que no final da manhã desta sexta-feira, 5, houve uma reunião do secretário municipal da Saúde com servidores, cujo discurso de Samarone [que teria colocado toda a sua insatisfação] chegou a levar algumas pessoas da platéia às lágrimas ao comunicar que não ficaria mais no cargo. Mas fontes garantem que o secretário pode ainda voltar atrás a depender de uma conversa com o prefeito Edvaldo Nogueira [não confirmou a saída do secretário].

Nota

Em nota oficial, a Secretaria Municipal da Saúde desconsidera todas as informações e especulações, classificando-as de inverídicas e de boatos. Veja o que garante a Secretaria Municipal da Saúde:

“A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vem a público esclarecer informações que foram veiculadas na imprensa afirmando que o secretário Antônio Samarone  teria entregue o cargo. A notícia não é verdadeira e não passa de boato.  Em momento algum o secretário esteve com o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, para solicitar desligamento do cargo.

O secretário realiza reuniões periódicas com sua equipe para discutir assuntos relativos ao andamento dos trabalhos da secretaria. Lamentamos a divulgação de uma informação inverídica e voltamos a afirmar que em momento algum o secretário informou a qualquer membro que compõe a equipe da SMS ou ao Prefeito de Aracaju que iria entregar o cargo. Antônio Samarone continua trabalhando normalmente”, enfatiza a nota.

Por Aldaci de Souza

 

Comentários