Somados, candidatos a Governo já têm R$ 3 milhões para campanha

0
Somados, candidatos a Governo já tem R$3 milhões para campanha eleitoral (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O dinheiro arrecadado pelos candidatos do Governo do Estado que serão utilizados na campanha eleitoral chega, no total, a aproximadamente R$3,1 milhões. O limite de gastos fixado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é de R$4,9 milhões e, até alcançar este valor, os concorrentes podem receber recursos até o primeiro turno das eleições.

As quantias podem ser doadas pelo fundo partidário, por pessoas físicas e também por recursos próprios dos candidatos. Quem conta, pelo menos neste início de campanha, com um uma quantia maior é o atual governador Belivaldo Chagas (PSD), que tenta a reeleição. Do fundo partidário, ele recebeu R$2 milhões. Em seguida, Eduardo Amorim (PSDB), com R$1 milhão transferido pela mesma fonte.

O candidato Milton Andrade (PMN) tem R$50 mil, disponíveis por recursos próprios. Logo abaixo, Mendonça Prado (DEM) recebeu R$40 mil de doação de pessoa física. Márcio Souza (PSOL) tem para utilizar R$14 mil, enviados pela direção do partido. O Dr. Emerson (REDE) tem R$10,8 mil, entre doações de candidatos, partido e pessoas físicas.

Gilvani Souza (PSTU), João Tarantella (PSL) e Valadares Filho (PSB) não fizeram, ainda, a prestação de contas à Justiça Eleitoral.

Candidaturas deferidas

Até o momento, apenas Dr. Emerson, Gilvani Santos, Márcio Souza, Mendonça Prado e Valadares Filho tiveram os registros de candidatura deferidos pelo TSE. Belivaldo Chagas, Eduardo Amorim, João Tarantella e Milton Andrade ainda aguardam julgamento da Justiça.

Por Victor Siqueira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais