Sukita vai ao STF para garantir mandato

0
Sukita: respeito à vontade do eleitorado (Foito: Arquivo Portal Infoent)

O ex-prefeito Manoel Messias Sukita (PMDB), de Capela, vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) na tentativa de conquistar o mandato de deputado estadual. Sukita conquistou mais de 30 mil votos nas eleições de 2014, mas teve o registro de candidatura cassado por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) na última terça-feira, 14.

O ex-prefeito continua reunindo os advogados de defesa e informou que a assessoria jurídica já está estudando todos os aspectos para garantir a vitória no STF. “E nós vamos ganhar”, avisou. Sukita explica que vai recorrer até a última instância por ser a forma que encontrou para respeitar a decisão das urnas. “Ao invés do deputado Francisco Gualberto voltar para casa e respeitar a vontade do eleitorado, fica aí querendo permanecer na Assembleia Legislativa com os meus votos”, desabafou o ex-prefeito.

Sukita teve registro de candidatura cassado porque o STJ entendeu como válido o documento apresentado pelo PSB [partido pelo qual disputou a eleição e acabou expulso pela Comissão de Ética] pela renúncia à candidatura. “Mas todo o documento é falso. Na época que o documento foi produzido eu estava preso. Como ia me reunir para assinar o documento se eu estava preso?”, reage o ex-prefeito.

O Portal Infonet tentou ouvir o deputado Francisco Gualberto (PT). A assessoria de imprensa informou que o parlamentar não se pronuncia a respeito da questão. A assessoria diz que Gualberto se limita a observar que ele foi “eleito, diplomado e empossado deputado estadual”.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais