Susana diz que chega ao TCE desprovida de mágoas

0

Momento da posse (Foto: Cleverton Ribeiro/Ascom TCE)

“O senhor é meu pastor e nada me faltará”. Foi enfatizando o Salmo de Davi que a nova conselheira do Tribunal de Contas de Sergipe, Susana Maria Fontes de Azevedo, começou o seu discurso de posse na manhã desta terça-feira, 25, numa solenidade muito concorrida. No discurso, ela destacou estar chegando àquela Côrte, 'desprovida de mágoas'.

Antes da solenidade, Susana Azevedo conversou com a reportagem do Portal Infonet. “Estou nervosa, emocionada, mas muito feliz por ser um momento muito especial na minha vida, por esse novo desafio que é o de tentar resolver os problemas da sociedade, fazer o papel de juíza, governando segundo as leis, estando em alerta na exata e correta aplicação do dinheiro do povo e de políticas públicas que possam melhorar os índices sociais”, ressalta.

O abraço do pai, Tertuliano Azevedo (Fotos: Portal Infonet)

No Pleno, durante a solenidade, a ex-deputada estadual deixou claro que não se deixa abater. “Não me quedo, lutar é minha bandeira. Depois de vários entraves, a Justiça se fez e eu chego com o coração desprovido de mágoa, apesar da animosidade daqueles que não compreendem como Gibran diz: a amizade é uma grande responsabilidade. Vejo diante de mim a realização plena de um sonho que se transformou em realidade e vivo o coroamento de uma vida política de sete mandatos parlamentares ininterruptos, aprovada pelo povo através da concessão de votos a uma mulher, que soube enfrentar desafios, superar obstáculos e quebrar tabus”, diz.

Agradecimentos

A nova conselheira do TCE/SE agradeceu à toda a família, ao senador Valadares e João Augusto Gama, além dos colegas parlamentares e aos que integram o PSC.

Leitura do discurso

“Não poderia deixar de reconhecer e agradecer ao ex-governador Antônio Carlos Valadares que, na sua gestão me convocou para assumir a Chefia da Casa Civil do seu Governo; ao ex-prefeito João Augusto Gama, por me confiar a Secretaria de Governo da Capital dos sergipanos;  aos ex-governadores Albano Franco e João Alves Filho no atendimento das solicitações emanadas da minha ação parlamentar; ao governador Jackson Barreto, com quem tive o privilégio de ser vereadora de Aracaju e a Marcelo Déda, aos meus colegas deputados, aos parceiros e amigos do PSC, à figura forte do senador Eduardo Amorim e à liderança de Edvan Amorim”, enfatiza.

“Ganhou, leva”

Conselheiro Carlos Pina fala aos presentes

Entre os participantes, a presença essencial do pai, o ex-conselheiro do TCE, Tertuliano Azevedo. “É uma satisfação estar aqui na posse de Susana no Tribunal que passei mais de 15 anos. Ter uma filha nessa Côrte é uma honra. Eu sabia que ela ia vencer. Quem ganha tem que levar, já viu levar sem vencer?”, indaga Tertuliano Azevedo.

O presidente do TCE/SE, conselheiro Carlos Pina, também destacou a presença de Tertuliano Azevedo. “Diante dele, que aqui está a sua mais madura juventude, virão por certo ensinamentos eficazes. O sentimento é de felicidade porque se trata de uma rematada advogada, muito qualificada, muito disposta a trabalhar sempre em favor da atividade pública. Quero destacar uma lição de Miguel de Cervantes: A humildade é a base e o fundamento de todas as virtudes e sem ela não há nenhuma que o seja”, afirma.

Solenidade foi prestigiada por políticos

Auditório ficou lotado

Tertuliano Azevedo: "Sabia que ela ia vencer"

Susana Azevedo antes de solenidade, após entrevista ao Portal Infonet

Susana Azevedo ocupará uma das quatro vagas do colegiado reservadas à Assembléia Legislativa.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais