TRE contempla 19 personalidades com Medalha do Mérito Eleitoral

0
O evento ocorreu no plenário Fernando Ribeiro Franco, localizado no edifício-sede do TRE-SE (Foto: divulgação)

O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) realizou, na tarde desta sexta-feira, 26, a sessão solene de outorga da Medalha do Mérito Eleitoral a dezenove agraciados. O evento ocorreu no plenário Fernando Ribeiro Franco, localizado no edifício-sede do TRE-SE.

A cerimônia foi aberta aos veículos de comunicação e contou com a presença de autoridades dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, das Forças Armadas, parentes dos contemplados, servidores da Justiça Eleitoral e demais convidados. A Medalha do Mérito Eleitoral é um reconhecimento público pela valiosa contribuição de cidadãos, empresas e/ou instituições que, em razão do ofício ou a título de cooperação, promoveram o aprimoramento do serviço eleitoral em Sergipe.

Compuseram a mesa de honra o presidente do TRE-SE, Des. José dos Anjos, o corregedor regional eleitoral, Des. Diógenes Barreto, a procuradora regional eleitoral, Dr.ª Eunice Dantas, os juízes-membros Marcos Garapa de Carvalho, Áurea Corumba de Santana, Leonardo Souza Santana Almeida, Sandra Regina Câmara Conceição e Joaby Gomes Ferreria, e a secretária judiciária deste TRE, Sr.ª Ana Maria Rabelo.

Também tiveram assento à mesa diretora dos trabalhos o representante do Governador de Sergipe, Vinícius Thiago Soares de Oliveira, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe, dep. Luciano Bispo, o Des. Alberto Romeu Gouveia Leite, representando o Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, e o procurador-geral de justiça, Eduardo Barreto D’ávila Fontes.

Os primeiros a receber a comenda, no Grau Comendador, foram os juízes membros do Tribunal: Marcos Antônio Garapa de Carvalho, Leonardo Souza Santana Almeida, Sandra Regina Câmara Conceição, Joaby Gomes Ferreira. Os demais membros do TRE-SE já haviam recebido, em solenidade pretérita, a Medalha do Mérito Eleitoral.

Foram condecoradas com o Grau Comendador as seguintes personalidades: a procuradora Gicelma Santos do Nascimento; o Des. Federal Carlos Rebêlo Júnior; o juiz federal Edmilson da Silva Pimenta; o promotor José Rony Silva Almeida; o coronel Marcony Cabral Santos; o juiz Manoel Costa Neto. O Des. Artur Oscar de Oliveira Deda recebeu a homenagem (post mortem), no Grau Grão-Mestre.

Com o Grau Oficial, receberam a Medalha do Mérito Eleitoral as personalidades a seguir nominadas: juíza Brígida Declerc Fink, Marcelo Gerard Almeida de Andrade; Roberta Queiroz de Azevedo; Maria Isabel de Moura Santos; Evanilde de Jesus; José Ricardo Silva Maximino; e Carolina Teles Franco.

A ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), encaminhou ofício à Presidência deste Tribunal ressaltando sentir-se muito honrada com a indicação para receber a Medalha do Mérito Eleitoral e justificou a ausência por conta de compromissos inadiáveis assumidos anteriormente junto ao Supremo Tribunal Federal e ao TSE.

A medalha representa a mais alta homenagem do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe, conferida por indicação do conselho formado pelos membros da Corte Eleitoral e entregue por seu presidente em sessão solene única.

A referida Comenda foi criada em 18/06/2003 pelas Resoluções 181 182, ambas deste TRE, e tem como objetivo reconhecer publicamente a contribuição prestada por cidadãos com vistas ao constante processo de aprimoramento dos serviços eleitorais e ao engrandecimento da Justiça Eleitoral em Sergipe.

O espaço cultural, localizado ao lado do plenário e visitado por todos, foi palco de uma exposição com fotos de seis mulheres que representam o empoderamento feminino. Em adição, houve o lançamento simultâneo da revista PLENARIUM, que também destaca o trabalho de magistradas e de servidoras que marcaram sua passagem pela Justiça Eleitoral sergipana. Representando a força da mulher, o informativo relembra os serviços prestados pela da Desa. Clara Leite de Resende, Desa. Marilza Maynard Salgado de Carvalho, Desa. Josefa Paixão de Santana, Dr.ª Siílvia Léa Suely Farias, bem como das ex-servidoras Lêda Maria Linhares Constantino da Silva e Claire Nunes Mota.

Fonte: TRE/SE

Comentários