TRE mantém cassação do mandatos dos deputados Bosco Costa e Talysson

0

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) manteve a cassação dos deputados Bosco Costa [federal] e de Talysson Barbosa Costa, este último campeão de votos na disputa eleitoral por uma das vagas na Assembleia Legislativa. Na tarde desta quarta-feira, 22, os membros do TRE julgaram os recursos, classificados como embargos de declaração, interpostos pela defesa de ambos parlamentares, mas não foram acolhidos pelos membros daquela Corte Eleitoral e a cassação foi mantida.

O desembargador Diógenes Barreto atuou como relator em ambos os embargos declaratórios e manteve o entendimento relativo ao julgamento de mérito para manter a cassação do deputado federal Bosco Costa e também do deputado estadual Talysson Barbosa Costa.

Contra o deputado Bosco Costa pesa a acusação de prática de abuso de poder econômico. O Ministério Público Eleitoral observou gastos exagerados e contratos padronizados para locação de veículos usados durante a campanha eleitoral e pediu a cassação do mandato do parlamentar. No julgamento o desembargador Diógens Barreto entendeu a ocorrência do abuso de poder econômico para cassar o mandato do parlamentar da esfera federal, entendimento que foi mantido de forma unânime nesta quarta-feira, 22.

Já contra o deputado estadual Talysson Barbosa, pesa a acusação de que ele teria sido beneficiado pela estrutura da prefeitura de Itabaiana através do esforço do pai, Valmir de Francisquinho, prefeito da cidade, que instituiu a onda azul, pintou os prédios públicos naquela cor também utilizada na campanha do filho. Na ótica dos desembargadores esse episódio contribuiu para desequilibrar o pleito eleitoral e diretamente na conquista dos votos nas urnas eleitorais.

A decisão do TRE, em ambos os casos ainda cabe recurso. A defesa de ambos os parlamentares contestam o entendimento da Corte Eleitoral em Sergipe.

Em nota, a assessoria de comunicação do deputado estadual Talysson Barbosa diz: “quero dizer que continuo com a consciência tranquila, na certeza da lisura dos meus atos durante o processo eleitoral, atos estes que foram chancelados pelo voto de 42 mil eleitores sergipanos. Respeito a decisão, no entanto, por meio de nossa assessoria jurídica, vamos procurar as instâncias superiores para garantir a manutenção da vontade do povo do meu Estado”.

Por Cassia Santana

Matéria alterada às 17h05 para acréscimo da nota enviada pela assessoria do deputado estadual Talysson Barbosa.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais