TSE cassa os mandatos dos vereadores Fábio Meireles e Sávio de Vardo

A decisão dos ministros foi por unanimidade (Foto: Reprodução)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou por unanimidade, na terça-feira, 15, os mandatos dos vereadores Fábio Meireles e Sávio de Vardo da Lotérica, por fraude à cota de gênero na eleição para a Câmara de Vereadores de Aracaju em 2020.  Na época, os dois eram do Partido Social Cristão (PSC), mas atualmente estão no Podemos.

Na decisão, os ministros também decidiram afastar e anular os votos recebidos pelos vereadores, além de determinar recontagem do coeficiente eleitoral. Quatro candidatas mulheres do partido que não foram votadas ficaram inelegíveis por oito anos.

“É importante que fique fixado que a Justiça Eleitoral não admite, não admitiu e, ano que vem, não admitirá também [fraude à cota de gênero]”, afirmou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes.

Posição

A Câmara Municipal de Aracaju informou que ainda não foi notificada da decisão, mas que irá cumprir qualquer decisão judicial.

A assessoria do vereador Fábio Meireles informou que ele está indo para a Câmara de Vereadores agora pela manhã, mas que no momento não irá se pronunciar

O Portal Infonet não conseguiu manter contato com a assessoria de Sávio Neto de Vardo da Lotérica, mas permanece à disposição através do e-mail: jornalismo@infonet.com.br

por Aisla Vasconcelos

*A matéria foi alterada às 8h39 do dia 16/08 para atualização de informações dos vereadores e da CMA
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais