Vacinação: deputados cobram do Estado ajuda aos munícipios

0
Deputado Samuel Carvalho entende que o Governo precisa ajudar aos municípios que enfrentam problemas em imunizar sua população (Foto: Reprodução de Vídeo da Alese)

Os deputados da oposição cobraram do Governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, responsabilidade pela vacinação do Estado. De acordo com os parlamentares, Sergipe ocupa juntamente com o Acre, o segundo pior índice no país na aplicação da primeira dose da vacina.

De acordo com o deputado Samuel Carvalho (Cidadania), o governador tem transferido a responsabilidade para os prefeitos, quando na verdade a responsabilidade pela vacinação cabe ao Estado. O deputado afirma que é preciso que o Governo adote outra conduta e ajude aos municípios que estão com dificuldade em imunizar sua população.

“Ninguém está falando de compra de vacina. Estamos falando de o Estado assumir a responsabilidade da possível falta de estrutura de alguns municípios em relação à vacina. O que estamos vendo é o governador transferir a responsabilidade para os prefeitos. O Estado recebe a vacina, distribui para os municípios e pronto? Quem é o chefe maior do Estado?”, questiona.

O deputado Georgeo Passos (Cidadania) chama atenção para o fato de Sergipe estar no mesmo patamar de vacinação que o Estado do Acre, que além da pandemia, sofre com enchentes.

Zezinho Sobral, líder do Governo, afirma que cada entre federativo deve cumprir seu papel no combate ao Covid-19 (Foto: Reprodução de vídeo da Alese)

“Sergipe hoje está empatado com o Acre na vacinação e olhe que o estado passa por outras calamidades, numa situação bem complicada. Sabemos que alguns municípios estão com dificuldade de vacinação, mas o governador precisa fazer algo, colocar a mão na massa com sua equipe e avançar na vacinação, evitando assim que as coisas piorem em Sergipe”, ressalta.

O líder do Governo, deputado Zezinho Sobral (Pode), afirma que em nenhum momento o governador Belivaldo Chagas deixou de cumprir sua obrigação em relação ao Covid-19, mas reforçou que cada ente deve cumprir com sua obrigação.

“O governador Belivaldo cumpriu sua obrigação em relação a Covid-19 no estado, ampliando os leitos de UTI, os leitos clínicos e montando a rede necessária para que se fizesse o atendimento à população, e ninguém em Sergipe ficou desassistido. As críticas são infundadas e com o cunho eminentemente político. O que precisa é o Ministério da Saúde entregar as vacinas no estado, porque precisamos vacinar todos com mais de 60 anos, o mais rápido para diminuir o número de mortes em mais de 70%”, rebate.

SES

A Secretaria de Estado da Saúde informou em nota, que tem acompanhado, diariamente, a cobertura vacinal, através dos dados enviados pelos municípios, dialogando frequentemente com os gestores municipais de saúde para fortalecerem suas estratégias e assim avançar na vacinação. A nota diz ainda que a SES tem cobrado dos municípios agilidade no mapeamento dos grupos prioritários, em conformidade ao Plano Nacional de Imunização, e a rápida imunização.

“É importante ressaltar que a SES é responsável pelo recebimento das vacinas do Ministério da Saúde, armazenamento, estabilização da temperatura e repasse para os 75 municípios. A logística implantada pela SES possibilita a distribuição dos imunizantes com uma média de 24 horas, após a chegada ao Estado. Portanto, os municípios são responsáveis pela logística de aplicação das doses nos grupos prioritários”, diz a nota.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais