Valadares Filho quer baixar o custo do turismo no Brasil

0
(Foto: Assessoria Parlamentar)

Durante audiência pública, realizada ontem, 21, pela Comissão de Turismo e Desporto, com a presença de representantes de entidades representativas do setor hoteleiro, o deputado Valadares Filho (PSB-SE) demonstrou sua preocupação com o preço das tarifas praticado pela rede hoteleira no Brasil.

Segundo o parlamentar sergipano, que foi o autor do requerimento para a realização da audiência pública, o valor das diárias cobrado pelos hotéis brasileiros, além estar acima do preço da hospedagem em outros países, sofre majorações não justificáveis, por ocasião de grandes eventos. Recentemente, por ocasião da Copa das Confederações, em algumas cidades,  o aumento chega a 300% em relação ao mesmo período, em anos anteriores.

O valor das diárias nos hotéis é um dos itens que mais contribui para a elevação do custo do turismo no Brasil. De acordo com pesquisa realizada pela EMBRATUR, as tarifas dos hotéis nas principais cidades brasileiras como Rio de Janeiro, São Paulo são mais altas que as praticadas em cidades como Paris, na França e Buenos Aires, na Argentina.

Valadares Filho cobrou providências para que os hotéis brasileiros possam praticar tarifas mais baixas. “O que é preciso fazer para que os hotéis possam baixar o preço das diárias?”, indagou Valadares Filho.

O presidente da Associação Brasileira de Indústria de Hotéis, Enrico Fermi, respondeu que há uma série de fatores da atual conjuntura econômica do país que interferem no preço praticado pelos hotéis como custo da folha de pagamento, cujos encargos são altos, e o alto custo da energia, que é segunda despesa mais alta de um hotel.

A outra preocupação apontada por Valadares Filho foi o aumento exorbitante que alguns hotéis praticam por ocasião de grandes eventos. “Como coibir o aumento das tarifas como ocorreu durante a Rio+20?”, indagou o deputado. Enrico respondeu que a ABIH está dialogando com seus filiados no sentido de esclarecer que o maior lucro que a rede hoteleira terá com os megaeventos esportivos é cativar o turista estrangeiro. “Nosso trabalho é feito por meio do diálogo, da conversa e do convencimento”, disse Enrico.

Já a diretora executiva do Fórum de Operadores Hoteleiros, Flávia Matos, disse que o maior interessado em passar uma imagem positiva do Brasil para o turista estrangeiro é o setor hoteleiro e não reconhece que haja aumentos exorbitantes nos valores das diárias.

Segundo Valadares Filho que acabou de assumir a presidência da Comissão de Turismo e Desporto, o importante é continuar dialogando com as entidades para juntos encontrar alternativas que tornem o Brasil um destino turístico competitivo mo mercado internacional. “Nós estamos trabalhando para encontrar meios de melhorar a competitividade do turismo brasileiro”, finalizou Valadares Filho.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais