Venâncio cobra responsabilidade sobre finanças de SE

0

“Se a culpa não é de Jackson, é de Déda ou de quem?”, questiona Venâncio (Foto: arquivo Portal Infonet)

O líder da bancada de oposição na Assembleia Legislativa, deputado estadual Venâncio Fonseca (PP), ocupou a tribuna na manhã desta quarta-feira, 7, para comentar as recentes declarações do governador em exercício, Jackson Barreto (PMDB), que questionado pela imprensa, teria se esquivado da responsabilidade pelas finanças do Estado estarem tão apertadas. Venâncio criticou ainda o fato de o governo firmar contrato para a utilização de um jatinho executivo enquanto alguns setores do funcionalismo continuam sem os reajustes reivindicados.

Venâncio disse que continuará mantendo o discurso repetitivo de cobrar o envio à AL da proposta de reajuste salarial dos servidores públicos, tendo em vista que data-base é 1º de janeiro. “Fiquei pasmo! O governador em exercício disse que não tem culpa por essa situação financeira em que se encontra o Estado. E de quem é a culpa afinal? Se não é de Jackson, é de Marcelo Deda (PT) ou de quem? JB não o apoiou no seu primeiro mandato? Se ele está no governo há três meses, como disse, quem era o vice-governador até então? Ele não fez parte? Encontrou assim e pronto? Assim fica difícil”, lamentou Venâncio Fonseca, reforçando que o governo tem dinheiro para tudo, menos para dar um bom reajuste aos servidores públicos.

O deputado ainda colocou que “agora tem contrato para contratar um jatinho executivo. Está aqui, no Diário Oficial de hoje! Isso para o governador não pegar um avião de carreira. Ai contrata um jatinho por um ano, sendo renovável por mais um. Agora como justificar isso para o servidor público? Sabe quem vai pagar esse contrato? O povo sofrido, o funcionalismo que a maioria nem ganha o salário mínimo que é exigido por lei. Agora isso logo no governo do PT! Quem diria!”, criticou.

Mais adiante, Venâncio disse que não vai ficar calado diante de um absurdo como este. “Na hora que ele abre as asas, eu denuncio. Não tem conversa! Isso não é justo! Isso é uma vergonha, uma falta de respeito com o povo e com o servidor! É um tapa na cara do povo sergipano! Os servidores do Detran, coitados! Reivindicam melhorias salariais há tempos e o governo insiste em dizer que não tem condições. Agora é o órgão que arrecada milhões e que mais explora os trabalhadores”.

O líder da oposição na AL, para exemplificar sua crítica, citou alguns dados de serviços cobrados pelo Detran de Sergipe em comparação com os valores cobrados em outros Estados. A 2ª via de um documento aqui no Estado, por exemplo, sai por R$ 106,50; Pernambuco é R$ 45, no Acre é R$ 87, em Tocantins é R$ 30 e Alagoas R$ 42. A renovação da CNH (habilitação) sai em Sergipe por R$ 106,50. R$ 68, R$ 52, R$ 72 e R$ 73 são os valores pagos, respectivamente nos outros Estados.

Por fim, Venâncio disse que ninguém tem informação sobre quando virá o projeto de reajuste salarial dos servidores. “Os aposentados eram os que recebiam primeiro. Vem o governo da mudança que pega o aposentado e pensionista e botou para o final da fila, para receber por último. Não fique enrolado que eu vou continuar cobrando. Sou um cobrador chato e enjoado. Vou ficar no pé até que o governo dê uma posição. Os professores negociaram um reajuste de 7,97%. Ótimo! Tudo o que for bom para os servidores tem o nosso apoio. Agora não vamos aceitar que os demais sejam discriminados”.

Com informações da Alese

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais