Vereadora diz que fraude no Enem foi um boicote a estudantes carentes

0

Vereadora diz que fraude foi um boicote a estudantes carentes
Na sessão da Câmara Municipal de Aracaju desta quarta-feira, 7, vereadores criticaram a atuação do Ministério da Educação(MEC),com relação a nova data das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo o vereador Nitinho (DEM), o MEC errou na nova data de marcação das provas.

“Isso é um ato de desorganização por parte do MEC com os alunos de alguns estados, inclusive, Sergipe, que se preparam para o exame e acabaram sendo prejudicados”, disse o vereador.

O vereador Nitinho elogiou o reitor da Universidade Federal de Sergipe, Josué Sobrinho, quando soube que a UFS irá alterar a data das provas. “O Enem é um processo muito importante para avaliar os conhecimentos dos alunos do ensino médio”, ressaltou.

A vereadora Rosangela Santana (PT), disse que a tentativa de fraude do Enem é vista uma atitude reacionária. “Essa ação está relacionada com um boicote criminoso por parte de quem não admite que hoje vivemos outros tempos, onde os setores reacionários tentam desmoralizar a política de acessos de alunos carentes a universidades”, destacou.

“Lamento profundamente que algumas pessoas queiram boicotar as provas do Enem, um importante instrumento de inclusão social, colocado em prática pelo governo Lula, com o objetivo de oferecer condições de igualdade no acesso ao ensino superior aos filhos das pessoas mais carentes do país”, ressaltou o vereador Danilo Segundo (PSB).

Por Kátia Susanna

Comentários