Votação da PEC do recesso dos deputados é adiada por falta de quórum

0
Deputados se reuniram e adiaram votação (Foto: Jadilson Simões)

Estavam previstos para entrar em votação na sessão desta quarta-feira, 6, na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) 26 proposituras, inclusive a votação em segundo turno da Proposta de Emenda Parlamentar (PEC) que reduz o recesso dos parlamentares, mas, por falta de quórum, a votação foi adiada e deve ser votada na próxima semana.

Dos 24 deputados, 16 parlamentares compareceram a sessão plenária. De acordo com o líder do Governo, deputado Zezinho Sobral (Podemos), a PEC do recesso é especial e requer quórum qualificado.

“Ela requer 16 votos favoráveis e nenhuma abstenção, porque se houver abstenção compromete sua votação e a aprovação. Essa é uma PEC muito importante que reduz o recesso e que coloca a Alese no patamar dos demais. Essa votação ocorreu semana passada, e ocorreria hoje em segunda votação. Como estamos com alguns deputados viajando com compromissos pré-agendados, e temos mais 26 projetos a ser votado, não há prejuízo em votar na próxima semana, a pauta fica mais extensa, mas a gente trabalha para ter uma presença maior e conseguir os 16 votos favoráveis, e sem abstenção, para que se vote e conclua a PEC do recesso”, explica.

As bancadas da situação e da oposição se reuniram com o presidente e entenderam que seria melhor adiar a votação e votar as pautas na próxima semana. “Quando o presidente anuncia a votação a regra é sempre acontecer as votações, uma vez ou outra pode acontecer o que aconteceu hoje. Foi anunciada com antecedência, as pautas distribuídas entre os deputados, geralmente tem um número bom de parlamentares, acredito que alguns estejam em missão oficial fora do Estado, então o presidente achou por bem adiar para próxima semana”, diz deputado Georgeo Passos (Cidadania), líder da oposição.

O presidente da Casa, Luciano Bispo (MDB) explicou que houve uma mudança na votação e adiar para próxima quarta-feira, 13, foi a melhor solução. “Na verdade houve uma mudança de planejamento, mudanças no que ia acontecer, então para que não tivessem choques, eu preferi cancelar a votação para próxima quarta-feira”, conclui.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais