Wanderlê confirma sua ida para o PT

0

Wanderlê Correia (Foto: Arquivo Portal Infonet)
O deputado estadual Wanderlê Correia (PDT), declarou em entrevista ao  Jornal da Manhã da Jovem Pan FM, que estará indo para o PT, onde  pretende ser candidato a prefeito de São Cristóvão em 2012. Wanderlê  afirmou que sua candidatura depende da decisão de outras lideranças  políticas, a exemplo do governador Marcelo Deda e do vice-governador  Jackson Barreto. O deputado, que não conseguiu a reeleição, disse que  gostaria de ter uma chance para administrar São Cristóvão, sua cidade  natal.

Questionado pelo jornalista Paulo Sousa sobre o apoio do prefeito Alex  Rocha (PDT) a sua reeleição, Wanderlê afirmou que não teve do prefeito o  mesmo apoio que ele, Alex, teve quando candidato a prefeito. “Acho que o  povo de São Cristóvão é quem melhor pode dizer isso. O povo de São  Cristóvão viu como foi o meu apoio a candidatura do atual prefeito,  Alex, e também viu como foi o apoio dele a minha candidatura. Inclusive  uma divisão dentro da própria família, onde o pai apoiou quatro a  deputado estadual, a governador, e ele apoiou o outro. Quando nós  apoiamos o prefeito Alex, toda nossa família, todo o nosso grupo,  inclusive num momento muito difícil, estava há 15 dias do falecimento do  meu irmão”, lembrou.

Na entrevista concedida a Jovem Pan, Wanderlê lamentou que o prefeito  não tenha dado a mesma atenção a sua candidatura. Segundo o parlamentar,  a cidade de São Cristóvão foi quem mais perdeu por não contar mais com  um deputado estadual filho da terra. “Apoiamos de corpo e alma em todos  os sentidos. Eu acho que não houve a mesma intensidade no retorno do  apoio. Quem perdeu também foi à cidade de São Cristóvão que deixa de ter  um deputado que ficava lutando, reivindicando”, disse Wanderlê, citando  obras como o recapeamento do conjunto Eduardo Gomes, a duplicação da  João Bebe Água e a estrada de Rita Cassete, como obras frutos do seu  mandato.

Sem racha

O deputado adiantou que ainda não está rachado com o prefeito, até por  que não faz oposição, mas antecipou que não tem nenhum cargo na  prefeitura. ”Não estamos rachado, eu até se tivesse rachado já estaria  fazendo oposição a ele, estaria tendo um outro comportamento político  para com a administração. Agora a gente não tem espaço político nenhum  na prefeitura. Quem mais ajudou o prefeito Alex foi o deputado professor  Wanderlê. Então, qual o espaço político? Não tem espaço político.

Pessoas que apoiaram em menor intensidade tem um espaço político bem  maior. O que é que Wanderlê tem de espaço político? Não tem nenhum,  nada”, lamentou, enfatizando que até agora não foi convidado pelo  prefeito Alex Rocha para conversar.

Com informações da Jovem Pan

 


 

Comentários