Zé Eduardo confirma coordenação da campanha de Dilma

0

Coletiva aconteceu no auditório do Sindicato dos Bancários
O ex-senador José Eduardo Dutra (PT) reuniu a imprensa na manhã desta sexta-feira, 21, para anunciar o que já vinha sendo divulgado. Ele afirmou que abre mão da disputa a uma vaga para a Câmara Federal para ser o coordenador da campanha da pré-candidata à Presidência da República, Dilma Roussef (PT). Dutra disse que aceitou o convite de Dilma feito a ele e ao deputado Antonio Palloci “pensando em um projeto maior do partido, que é fazer o sucessor de Luiz Inácio Lula da Silva.

“Vou fazer tudo aquilo que estiver ao meu alcance e tentar fazer o que não está para que não somente os sergipanos, mas os brasileiros vejam uma mulher presidindo o nosso país”, discursa Zé Eduardo.

Marceleo Déda: “Zé Eduardo não chegou à toa no PT”
Ele disse ainda que “todas as pessoas que tinham o compromisso de me apoiar como candidato a deputado federal podem continuar contando comigo. Não serei candidato a deputado, mas qualquer que sejam os resultados das eleições, os companheiros vão continuar contando comigo”, destaca.

Ministério

Indagado se o resultado das eleições para a Presidência da República for favorável à Dilma Roussef, se deixará de presidir o Partido dos Trabalhadores para ocupar um ministério, Zé Eduardo foi enfático: “Não há nenhuma promessa. Estamos trabalhando na pré-candidatura de Dilma, mas sem pensar em cargos”.

Deputados Eduardo Amorim e Jackson Barreto acompanharam a coletiva
E quanto à vinda da pré-candidata ao Estado de Sergipe, ele disse que ainda não existe uma data agendada. “Acredito que, como ela vai visitar algumas cidades durante os festejos juninos, também passe por Aracaju”.

Pesquisas

Perguntado como ele estava vendo o resultado de pesquisas que apontam um empate técnico entre os pré-candidatos Dilma Roussef (PT) e José Serra (PSDB), Zé Eduardo afirmou que: “pesquisa não se comemora. Eu nunca vi uma pré-campanha tão intensa como essa. Estamos em maio e já parece estarmos em agosto. Mas vejo uma candidatura precisa com chances de ganhar eleições. Os números mostram que estamos no caminho certo na condução da pré-candidatura. A eleição vai ser decidida na campanha eleitoral que começa dia 5 de julho”.

Zé Eduardo: “Eleição decidida na campanha a partir de 5 de julho”
Mal estar

A última pergunta feita durante a coletiva de imprensa causou um certo mal-estar entre os aliados que acompanhavam o evento no auditório do Sindicato dos Bancários. Isso quando uma jornalista perguntou a Zé Eduardo “como seria sua dedicação à campanha da presidenciável, já que os boatos dão conta de que na última campanha, enquanto Jackson Barreto percorria dez feiras livres, ele dormia”.

Na mesa, o prefeito Edvaldo Nogueira balançava a cabeça negativamente e na platéia o deputado federal Jackson Barreto afirmava nunca ter dito isso. Políticos e simpatizantes também demonstravam insatisfação. Em resposta, Zé Eduardo disse que: “eu sei que essa pergunta não é sua, mas do pessoal da oposição”.

Apoio

Presente à coletiva, o governador Marcelo Déda disse que “Zé Eduardo Dutra ao meu lado na campanha com certeza estaria fortalecendo. Mas eu disse a ele que a decisão que tomasse, teria o meu apoio e a minha solidariedade. Zé Eduardo não chegou à toa na presidência do Partido dos Trabalhadores”, enfatiza.

Por Aldaci de Souza

Comentários