Zezinho Sobral defende a abertura da maternidade do HU de Aracaju

0
Para Zezinho Sobral, complementar a rede materna é uma ação importante (Foto: Assessoria)

O deputado estadual Zezinho Sobral (PODE) esteve na manhã desta terça-feira, dia 20, na Universidade Federal de Sergipe (UFS) para conversar com o reitor Valter Santana e equipe técnica sobre a abertura da Unidade Materno Infantil e do Centro Obstétrico do Hospital Universitário de Aracaju (HU-UFS). A reunião contou com a presença do deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania), da superintendente do HU-UFS, professora Ângela Silva, do pró-reitor de Assuntos Estudantis (Proest), professor José Antônio Barreto, e membros da comissão de aprovados do concurso do HU-UFS.

“Debate muito positivo, nós discutimos inicialmente a questão da abertura com a participação da universidade, o cofinanciamento e a contratualização necessária da prefeitura de Aracaju (que é a gestora de média e alta complexidade, e que recebe os recursos do SUS para isso) e do Estado de Sergipe. É uma ação importante com a UFS contribuindo para fortalecer a saúde pública do nosso estado”, afirmou Zezinho Sobral.

O Hospital Universitário de Aracaju é administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculado ao Ministério da Saúde, e, além de prestar serviços de atendimento à população através do Sistema Único de Saúde (SUS), ele também é um grande centro de ensino e de pesquisa. A Unidade Materno Infantil conta com um prédio de mais de 7 mil m², seis pavimentos, previsão para 118 leitos e capacidade para realizar cerca de 300 partos mensais. Quando estiver em funcionamento, as mães sergipanas contarão com UTI Neonatal, UTI Adulto, UTI Pediátrica, leitos de enfermaria e Berçário.

Para Zezinho Sobral, complementar a rede materna é uma ação importante. “Precisamos dessa estrutura pública de saúde funcionando. Ele já está pronto, aguardando alguns equipamentos e itens para começar a funcionar. A contratualização será importante para convocar os aprovados no concurso realizado pela Ebserh. Nos ofertamos como instrumentos políticos para a construção dessa relação e a criação de um ambiente propício a essa contratualização pela necessidade, especificidade, pela oportunidade inclusive de ter mais leitos de UTIs pediátricas e neonatais disponíveis na rede materna e obstétrica, a retaguarda de cirurgias oncológicas em Sergipe que terá a oportunidade de ser feita no HU, além do atendimento às gestantes, puérperas e mães sergipanas”, destacou Zezinho Sobral, ressaltando a importância do diálogo e da união dos esforços da Assembleia Legislativa de Sergipe para efetivar a abertura da Unidade Materno Infantil.

“Defendemos porque acreditamos que ela é necessária, economicamente melhor e viável para o Estado e o município de Aracaju. Visitaremos as instalações e abriremos uma bandeira política positiva para que sejam feitas as contratualizações em favor da UFS e da abertura da maternidade. Também discutimos a ampliação dos protocolos para a inserção da fisioterapia 24 horas no HU-UFS, a qual concordamos, e, na área do Campus da UFS em Nossa Senhora da Glória, debatemos sobre tecnologias da área agrícola, inclusive com a produção de algodão orgânico para o mercado internacional e possibilidades de uma nova opção de Arranjo Produtivo Local para fortalecer aquela região. Apoiamos essa iniciativa exitosa da UFS”, complementou.

Fonte: Assessoria

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais