Aracaju reduzirá número de unidades exclusivas para síndrome gripal

0
Elas estão inseridas no Plano de Contingência desenvolvido pela Secretaria da Saúde de Aracaju e foram abertas, gradativamente, a partir do dia 23 de março (Foto: Freepik)

Diante do decrescente número de novos casos da covid-19 e internações pela doença, quatro das oito unidades básicas de saúde para atendimentos exclusivos para pacientes com sintomas de síndromes gripais voltarão a ofertar os serviços de saúde para os usuários de referência. Elas estão inseridas no Plano de Contingência desenvolvido pela Secretaria da Saúde de Aracaju e foram abertas, gradativamente, a partir do dia 23 de março.

Assim, a partir de segunda-feira, 21, os usuários das UBS Augusto Franco, Fernando Sampaio, Candida Alves e Eunice Barbosa, poderão retornar a fazer uso dos serviços ofertados de forma regular, a exemplo de sala de vacinas, consultas e curativos, serviço de puericultura e de citopatologia, testes de HIV, gravidez e sífilis, pré-natal entre outros.

“Da mesma forma que fomos ativando as UBS para casos de síndromes gripais de maneira gradativa, com base nos índices da doença na capital, que vem reduzindo consideravelmente nas últimas semanas, estamos normalizando o atendimento geral. Vale ressaltar que continuaremos com outras quatro unidades exclusivas para casos suspeitos da covid, e a população que necessitar desse serviço continuará tendo acesso”, explica a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza.

Essas unidades exclusivas para síndromes gripais ou casos suspeitos funcionam de domingo a domingo, das 7h às 20h. De quando foi ativada como referência para síndrome gripal até esta terça-feira, 15, a UBS Augusto Franco atendeu a 17.328 pacientes; a UBS Fernando Sampaio atendeu 14.553. Passaram pela UBS Candida Alves 22.820, e pela Eunice Barbosa, 7.708 pacientes.

Unidades abertas e MonitorAju
Com a reformulação do serviço, permanecem atendendo exclusivamente pacientes com quadro de síndrome gripal ou suspeito de covid-19, a UBS Geraldo Magela, no conjunto Orlando Dantas; UBS Ministro Costa Cavalcante, no Inácio Barbosa; UBS José Machado de Souza, no Santos Dumont, e a UBS Onésimo Pinto, no Jardim Centenário.

“Além dessas unidades básicas, também seguem ativos os atendimentos nas urgências dos hospitais municipais Fernando Franco e Nestor Piva, que continuam com os contêineres de atendimento exclusivo instalados, além dos leitos de retaguarda”, destaca Waneska Barboza.

A secretária reforça que o retorno das atividades aumentará a oferta de serviços, o que já vem sendo observado em serviços como ecocardiograma e teste ergométrico, cujas ofertas foram ampliadas e houve redução no tempo de espera. Assim como nos serviços de ressonância, paquimetria e Mapa, os quais também registraram diminuição no tempo de espera.

A pessoa que está apresentando sintomas leves ou está com suspeita de infecção da doença, antes de sair de casa também pode utilizar o serviço de monitoramento, através do MonitorAju, pelo 0800 729 3534 ou pelo site da Prefeitura de Aracaju.

O serviço de atendimento pelo site é 24h, enquanto a central por telefone funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h, e o monitoramento, que é o serviço de acompanhamento dos casos, funciona de segunda a sexta das 7h às 19h e aos sábados, domingos das 8h às 14h.

Fonte: SMS

Comentários