Entidade que auxilia portadores de HIV pede melhorias no atendimento

0
(Fotos: Jéssica França)

Representantes da Casa de Assistência Janaína Dutra estiveram na 9ª Promotoria dos Direitos à Saúde do Ministério Público do Estado para apresentar problemas enfrentados por pacientes portadores de HIV em Aracaju, que necessitam do Centro de Especialidade Médica (Cemar) da Rua Bahia. Na capital, há mais de 5 mil pessoas com a patologia.

Jéssica Taylor, responsável pela Casa Janaína Dutra

A Casa pediu adequações da estrutura da farmácia e mais profissionais da saúde para atender à população. “Queremos que o local seja adequado para que os pacientes não fiquem expostos toda vez que precisarem ir até à farmácia receber os coquetéis, por causa do preconceito que isso gera. A fila acaba ficando do lado de fora do Cemar”, disse Jéssica Taylor, responsável pela Casa Janaína Dutra. “Também queremos mais profissionais, como psicólogos, ginecologistas, psicólogos, entre outros, para atender a demanda”, completou.

Durante a audiência, a coordenadora do Programa Municipal de DST/Aids e Hepatites Virais, Débora Oliveira expôs dificuldades, como a causa da falta de profissionais da saúde, mas ressaltou que irá buscar atender as demandas apresentadas pela comunidade.

por Jéssica França

Comentários