Belivaldo critica aglomerações no transporte público de Aracaju

0
Governador pediu ao prefeito de Aracaju que converse com as empresas de transporte público (Foto: Reprodução de vídeo de rede social)

O Governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, anunciou nesta quinta-feira, 4, após reunião com o Comitê Técnico Científico, medidas mais restritivas em Sergipe para evitar o aumento de casos da Covid-19. Durante coletiva a imprensa, o Governador falou da aglomeração de transporte público em Sergipe e citou que o fato vai na contramão das medidas restritivas adotadas pelo Estado.

“Já conversei com o prefeito de Aracaju na semana passada e falei com ele hoje também na reunião do Comitê para que ele converse com as empresas de transporte público e encontre uma medida para evitar aglomeração. Porque não adianta adotar medidas restritivas e o transporte público estar super lotado”, ressalta.

O Governador entende que o ideal, para que de fato as pessoas que utilizam o transporte público estejam em segurança, é que todos os passageiros estejam sentados nos ônibus durante a viagem. “Não sei se ampliando, se aumentando ou mudando horários, mas o ideal era não ter ninguém em pé nos ônibus”, aponta.

Barreiras Sanitárias

Sobre o papel dos municípios no combate ao vírus, Belivaldo foi enfático ao afirmar que cada prefeito é livre para adotar medidas mais enfáticas em seus municípios. “O que eles não podem é abrir nada que o decreto determinar o fechamento, mas fechar, endurecer ou adotar medidas mais restritivas, eles podem. Nós já orientamos aos prefeitos dos municípios a criar suas barreiras sanitárias e adotar as medidas necessárias para resguardar seu município. Cada município tem sua particularidade e autonomia”, diz.

Vacina

Outro ponto abordado durante a coletiva foi em relação a demora na vacinação. Belivaldo lembra que cabe ao Estado distribuir as vacinas, mas a responsabilidade em vacinar a população é de cada município. “Nós recebemos vacinas ontem e hoje já distribuímos para os municípios. Então, os municípios podem começar a vacinar hoje se quiser. Se houver qualquer necessidade ou dificuldade estamos aqui para auxiliar. O que é preciso é cada município ter sua organização”, enfatiza.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais