Cirurgias eletivas: municípios devem realizar buscativa dos pacientes

0
A meta é alcançar os pacientes que aguardam há mais tempo por uma cirurgia eletiva (Foto: Pixabay)

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Coordenadoria do Complexo Regulatório do Estado de Sergipe, reuniu gestores e técnicos municipais para alinhar o retorno das cirurgias eletivas. Fluxo, responsabilidade de cada gestor e sensibilidade para resgatar os pacientes que esperam pelos procedimentos foram os principais itens da pauta da reunião.

A meta é alcançar os pacientes que aguardam há mais tempo por uma cirurgia eletiva e reduzir a atual demanda reprimida.

De acordo com a coordenadora do Complexo Regulatório do Estado de Sergipe, Pollyana Vieira de Novaes Cardoso, foi orientado aos municípios realizarem a buscativa dos pacientes. “Foi disponibilizada aos gestores uma lista com nome do paciente, nome da mãe do paciente, endereço e telefone, para que eles possam encontrar os usuários que estão na fila de espera”, disse ela.

Pollyana Cardoso explicou que por conta da pandemia as cirurgias eletivas foram ora suspensas ora reduzidas. Com crise sanitária arrefecendo, é momento de retomada dos procedimentos e para isso a Secretaria de Estado da Saúde contratualizou os hospitais Nossa Senhora da Conceição, em Lagarto, e o Regional Amparo de Maria, em Estância, para a executarem o projeto de realização de cirurgias eletivas em regime de atendimento integral.
No entanto, como informou a coordenadora, cada um dos dois hospitais terá que bater a meta do já existente contrato de rotina para então avançar com o projeto. Com o Regional Amparo de Maria a SES tem contratualizadas 250 cirurgias de rotina, e com o Nossa Senhora da Conceição, 112. Acrescentou que são 15 os tipos de procedimentos eletivos cobertos pelo projeto, dentre eles estão histerectomia, hernioplastia, colecistectomia e postectomia.

Fonte: SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais