Covid-19: órgãos da força-tarefa intensificam ações de combate

0
As ações têm o intuito de controlar a disseminação do vírus no estado (Foto: Ascom/SES)

A Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde (SES) reuniu nesta sexta-feira, 05, órgãos da Força-tarefa de combate a Covid-19, para alinhar estratégias de fiscalização. A missão das equipes é fazer cumprir a Resolução Nº 11/2021, com medidas mais restritivas no período de 05 até 21 de março. Desta maneira, os órgãos realizarão fiscalizações intensas nos estabelecimentos, objetivando combater a disseminação do coronavírus nos 75 municípios do Estado. Participaram da reunião representantes da Polícia Militar e Vigilância Sanitária municipal.

Segundo a Resolução, nos finais de semana de 05 a 07 e de 12 a 14 de março de 2021, as atividades de bares, restaurantes e estabelecimentos similares serão proibidas entre as 18h da sexta-feira e às 5h da segunda-feira subsequente.

“Notificamos os estabelecimentos que estiverem descumprindo a resolução, é dado 15 dias para ser feita a defesa junto à coordenação da Vigilância sanitária , podendo ser fechado o estabelecimento”, alerta o coordenador de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde, Ávio Britto.

O comandante do policiamento de Aracaju, José Moura Neto, destaca que as ações têm o intuito de controlar a disseminação do vírus no estado. Para isso, caso o cidadão presencie o descumprimento da resolução, deve denunciar no 190 da Polícia Militar.

“A reunião foi importante para alinhar ações conjuntas dos órgãos envolvidos de combate a pandemia. A partir de hoje vamos começar a fiscalizar de forma maciça os locais que foram mencionados na resolução e que foram proibidos de ficar aberto até determinado horário. O objetivo é fazer cumprir a lei e, consequentemente, ajudar no controle da pandemia, evitando aglomerações. Isso nos ajuda com relação aos leitos de Unidade de Terapia Intensiva”, destaca.

Coronel Fábio Rolemberg, comandante do policiamento militar do interior do Estado, garante que no interior todas as unidades terão reforço policial.

Fonte: Ascom/SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais