Covid-19: Sergipe tem 150 novos casos e mais quatro óbitos

0

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou nesta segunda-feira, 30, o boletim epidemiológico do coronavírus, com 150 casos e quatro novos óbitos. Em Sergipe, 90.148 pessoas já testaram positivo para a Covid-19 e 2.308 morreram. Todos os quatro óbitos estavam em investigação e foram confirmados. Até o momento, 83.323 pacientes foram curados.

Todos quatro óbitos foram: mulher, 64 anos, de Aracaju, com hipertensão; homem, 55 anos, também de Aracaju, sem comorbidades; mulher, 70 anos, moradora de Nossa Senhora do Socorro, também sem comorbidades; e homem, 52 anos, de Poço Redondo, com diabetes.

Foram realizados 210.612 exames e 120.464 foram negativados. Estão internados 224 pacientes, sendo 98 em leitos de UTI (68 na rede pública, sendo 64 adultas e 4 pediátricas; e 30 na rede privada, sendo 30 adultas e 0 pediátrica) e 126 em leitos clínicos (86 na rede pública 40 na rede privada). São investigados mais quatro óbitos. Ainda aguardam resultado 1.413 exames coletados.

Mais detalhes sobre o novo boletim epidemiológico da Covid-19 em sergipecontraocoronavirus.net.br.

Boletim em Aracaju

A Secretaria Municipal da Saúde de Aracaju informou que até as 18h desta segunda, dia 30, foram registrados 48 novos casos e dois óbitos, sendo um homem de 55 anos, sem comorbidade descrita (óbito dia 26/11) e uma mulher de 64 anos, com hipertensão arterial (óbito dia 27/11).

Dos novos casos confirmados, 31 são mulheres, com idade entre 15 e 82 anos; e 17 homens com idade entre 03 e 91 anos.

Com isso, sobe para 41.909 o número de pessoas diagnosticadas com Covid-19 em Aracaju. Dessas, 189 estão internadas em hospitais; 2.307 estão em isolamento domiciliar; 38.566, que estavam infectadas já estão recuperadas e 847 vieram a óbito.

Há 25 pacientes suspeitos internados, que aguardam resultados do exame. Foram descartados 55.048 casos do total de 96.957 testes.

A Secretaria Municipal da Saúde reforça a importância do uso de máscara e de manter o distanciamento social, bem como do hábito de lavar as mãos e do uso de álcool gel.

Com informações da SES e SMS

 

Comentários