Cristinápolis proíbe feirantes externos e aumenta rigor do decreto

0

Após ter o primeiro caso da Covid-19 confirmado nesta semana, o município de Cristinápolis, no Sul Sergipano, estabeleceu decreto aumentando o rigor das medidas contra o coronavírus. A principal alteração adotada pela prefeitura é a proibição de feirantes de outras cidades durante as feiras livres que acontecem às sextas-feiras e sábados. A medida tem vigor a partir do dia 1º de maio, conforme decreto.

O município, que fica 115 km de distância da capital sergipana, também passará por outras mudanças. As barracas das feiras deverão manter uma distância média de 1,5 m e dispor de itens de higiene para proteção contra a Covid-19. Estabelecimentos comerciais que estão autorizados a funcionar também deverão adotar critérios de distanciamento social entre seus clientes, com controle do acesso e uso de máscaras, álcool gel e materiais assépticos.

O decreto reforça que os fiscais e servidores do município vão intensificar as fiscalizações e poderão, quando houver necessidade, acionar o uso da força policial. Quem desrespeitar as medidas do decreto poderá responder processos administrativos e, no caso de feirantes ou estabelecimentos, ter a concessão e alvarás dos serviços suspensos.

Por Ícaro Novaes

Comentários