Especialista chama atenção para os cuidados com a saúde do homem

0
Campanha Novembro Azul chama atenção para os cuidados com a saúde do homem (Foto: Freepik)

No Brasil, o câncer de próstata é o tipo mais comum de câncer entre os homens, segundo aponta o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Só no triênio 2020 – 2022, segundo o órgão, a estimativa é que surjam 65.840 novos casos de câncer de próstata a cada ano. 

Pensando nisso e tendo em vista a campanha de conscientização acerca da saúde do homem, o Novembro Azul, o Portal Infonet conversou com o médico oncologista Ronnei Assis, que falou um pouco sobre a importância do mês e do tratamento precoce das patologias que acometem a população masculina.

De acordo com o especialista, o Novembro Azul é fundamental para a quebra do tabu que existe sobre diversas patologias, inclusive do exame de identificação do câncer de próstata, que é o principal foco da campanha.  “A campanha é importante para dar um estalo para que os homens cuidem mais de si, porque sabemos que as mulheres se cuidam muito mais que os homens. Muitos ainda acham que perderão a masculinidade se fizerem o exame de toque. E a campanha ajuda bastante para conscientizar e mostrar a importância de fazer esses exames e procurar regularmente uma avaliação médica”, explica Ronnei. 

O médico oncologista Ronnei Assis  orienta sobre o diagnóstico precoce (Foto: Arquivo Pessoal)

A identificação do câncer pode ser feita através de dois exames, o Antígeno Prostático Específico (PSA) e o exame de toque retal, entretanto um não anula o outro.  “É importante que os dois exames sejam feitos, uma vez que o resultado do PSA pode dar normal e não constatar a existência do câncer. Apenas com o exame de toque é que é possível perceber a presença do câncer. Cerca de 20% só são identificados com o toque”, afirmou o oncologista. 

Diagnóstico precoce

Ronnei Assis conta ainda que o diagnóstico  precoce é fundamental para que o tratamento seja efetivo e com chances de cura. “Muitas das vezes, a maioria dos homens só procura um especialista quando há uma sintomatologia, quando sente os sintomas. Só que muitas vezes, o câncer pode está se desenvolvendo enquanto o paciente ainda está assintomático”, alerta.

De acordo com o oncologista, é importante que os exames preventivos sejam feitos anualmente após os 50 anos de idade. Já para aqueles que têm casos na família ou predisposição genética, esses exames devem ser feitos regularmente a partir dos 45 anos. 

O tratamento do câncer de próstata hoje em dia tem sido muito moderno e efetivo. De acordo com o especialista, a chance de cura hoje aumentou bastante. “A gente faz o tratamento desse câncer de duas formas. Por meio de uma cirurgia simples ou por meio de radioterapia”

Dica

Como todas as outras doenças, o câncer de próstata pode ser evitado com bons hábitos de vida, incluindo alimentação equilibrada somada à atividade física. Mas o oncologista Ronnei Assis alerta para alguns hábitos que contribuem para o aparecimento de diversas doenças, incluindo o Câncer de próstata. 

“O tabagismo, a obesidade e o excesso de álcool ajudam para que o corpo do homem não funcione adequadamente e várias doenças venham a surgir, como colesterol, diabetes e o câncer de próstata. Por isso, evitar esse hábitos e investir em uma alimentação saudável somada a atividade física é essencial para evitá-la”, frisa.

Por Luana Maria e Verlane Estácio 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais