Fechamento temporário: Lacen zera demanda reprimida de 2 mil testes

0
Demanda reprimida de testes da Covid-19 foram zeradas na última quarta-feira, 10 (Foto: Ascom/SES)

O Laboratório Central de Sergipe (Lacen) conseguiu zerar a demanda reprimida de 2 mil amostras para testes específicos da Covid-19. O acúmulo ocorreu porque o laboratório suspendeu as atividades, durante três dias, para uma ação de desinfecção.

Cliomar Alves, superintende do Lacen, explica que durante o período de desinfecção, o Laboratório continuou recebendo amostras, porém analisou apenas aquelas consideradas de urgência.

“Utilizamos o Laboratório de Biologia Molecular do Hospital Universitário para analisar as amostras de urgências, mas as demais amostras foram chegando e sendo armazenadas. Durante os três dias em que o laboratório ficou fechado, recebemos 2 mil amostras, o que gerou uma demanda reprimida. Voltamos às atividades no Lacen no domingo e ontem (quarta-feira), conseguimos zerar a demanda reprimida”, detalha.

Sobre a contaminação detectada no Lacen, Cliomar explica que é natural que isso aconteça em um laboratório de biologia molecular. “É comum porque trabalhamos com avaliação de genes. No caso do coronavírus, fazemos a separação de três genes, a aplicação de produtos de reação e pode acontecer a contaminação do ambiente. Identificamos de imediato e, nesse caso, é preciso fazer a desinfecção de todo o ambiente e uma limpeza bem minuciosa”, explica.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais