Governo abre licitação para novo projeto do Hospital do Câncer

0
Hospital do Câncer: obras inacabadas (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O Governo do Estado publicou, no Diário Oficial, um edital para contratação de empresa de engenharia especializada, a fim de desempenhar o novo projeto e a nova planilha orçamentária para construção do primeiro módulo do Hospital do Câncer.

A licitação será realizada por meio do procedimento de tomada de preços, cuja abertura de propostas está prevista para acontecer no dia 15 de outubro, às 10h. O valor máximo da proposta é de pouco mais de R$314 mil, e o processo estabelece um prazo de 45 dias para elaboração do projeto.

O tamanho da unidade hospitalar será reduzido em 10 mil metros quadrados. A construção será feita pelo Regime Diferenciado de Construção (RDC), onde cada etapa “levantada” é aumentada gradativamente: primeiro, conclui-se um módulo para, posteriormente, começar a construção do próximo.

Este método, de acordo com a assessoria de Imprensa da Secretaria Estadual de Saúde (SES), é diferente do modelo em que é construído o prédio de uma única vez. “É um processo mais rápido e seguro, com prazo para conclusão e sem aditivos. A mudança teve como parâmetro a realidade atual que é bem diferente das necessidades do projeto inicial do hospital do Câncer”.

A redução no tamanho não deve afetar a sua capacidade e sua funcionalidade, segundo a SES. O antigo projeto previa um investimento de R$100 milhões, e com a diminuição, é esperado, também, que o novo plano esteja adequado à situação econômica do Estado.

Esta é uma das primeiras medidas que o Governo busca para reformular o projeto original. A obra está parada há mais de um ano, e o contrato com a antiga empresa que executava os serviços foi rescindido unilateralmente pelo poder executivo.

Cercada de polêmicas, a construção do prometido Hospital do Câncer já começou de maneira controversa: o primeiro edital só foi finalizado após interferência do Tribunal de Contas da União, que sugeriu adequações para melhorar a concorrência. Venceu a licitação a empresa Pórtico e WVG Construções, que integra o Consórcio Honcose, com a menor proposta: R$62,7 milhões para concluir toda a obra em prazo de 36 meses. Foram investidos pelo Governo cerca de R$1,8 milhão pelo período que o construtora se manteve no canteiro.

Por Victor Siqueira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais