Governo e Comitê discutirão reativação de leitos de UTI para Covid-19

0
Ação será debatida nesta quinta-feira, 03. (Foto: Marcelo Sousa)

O governador Belivaldo Chagas informou, durante entrevista a uma rádio na manhã desta quarta-feira, 2, que, caso seja necessário, reativará leitos exclusivos de UTI para tratamento da Covid-19, devido ao aumento de casos da doença no estado. A ação será discutida nesta quinta-feira (03), durante a reunião do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (Ctcae).

“Vamos começar a trabalhar o plano B. Tínhamos 209 leitos de UTI para Covid. Agora, estamos com 127. Vou determinar, na reunião de amanhã, que a secretária da Saúde reserve mais 20 leitos de UTI, caso seja necessário. Espero que não seja, mas eu não vou deixar de preparar o Estado para a possibilidade de pessoas internadas”, explicou o governador.

Quanto ao fechamento de setores econômicos, Belivaldo explicou que, no momento, não existe qualquer discussão sobre o tema, mas que o Estado continua atento aos dados do contágio em Sergipe e trabalhando com foco na segurança da população. “A cada 14 dias, fazemos uma reunião de avalição do quadro da Covid-19 no estado junto ao Comitê Técnico-Científico. Mas avaliamos os números todos os dias, religiosamente. Eu não quero voltar a fechar, principalmente nesse fim de ano, com o pagamento do décimo terceiro que faremos no próximo dia 17, quando vamos injetar R$160 milhões na economia para que as pessoas possam vender e possam comprar. Eu não pretendo fechar nada agora, porém, se for necessário em algum momento, vamos precisar retroceder, porque a nossa prioridade é a vida das pessoas”, disse.

O governador, também, voltou a ressaltar o quanto a batalha contra o novo coronavírus precisa ser uma ação coletiva. “Sempre disse que essa é uma ação de todos, não só do governo, mas do cidadão. O fato é que cada um tem que fazer sua parte. É extremamente importante o uso da máscara, que as pessoas lavem as mãos e evitem aglomeração. O vírus ainda está circulando e estamos preocupados. O crescimento do número de pessoas contaminadas em Sergipe está grande devido às aglomerações que estamos vendo, como também, porque estamos fazendo muitos testes, não escondemos nada. Estamos testando mais e fazendo campanhas educativas. Mas quero pedir à população que colabore com as ações preventivas”, concluiu Belivaldo.

Com informações do Governo de Sergipe

Comentários