Hemose destaca a importância da doação voluntária de sangue 

0
O Dia do Doador Voluntário de Sangue é comemorado anualmente em 25 de novembro (Foto: SES)

O Dia do Doador Voluntário de Sangue é comemorado anualmente em 25 de novembro. A data, além de homenagear as pessoas que reservam um tempinho do seu dia para doar sangue, também serve para informar e conscientizar a população sobre a importância de ser um doador de sangue.  De acordo com o Hemose, unidade gerenciada pela Fundação Parreiras Horas, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Para ser um doador de sangue é preciso estar bem de saúde, ter entre 16 e 69 anos de idade, ter mais de 50 quilos e apresentar um documento oficial com foto.

Os menores de 18 anos precisam apresentar o termo de consentimento assinado pelos pais ou responsável legal. O documento está disponível para download no site: www.hemose.se.gov.br. Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174. Para a gerente de Coleta do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), Florita Aquino, o hemocentro conta com apoio de grupos fidelizados, que cumprem os intervalos orientados através de normas técnicas do Ministério da Saúde (MS), que visam a proteção ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue. Ela fala sobre a importância do doador fidelizado.

“Um doador fidelizado geralmente é uma pessoa que tem hábitos saudáveis em relação aos cuidados com alimentação. Também é um indivíduo que adota atitudes protetivas em relação à atividade sexual”, explica Florita ao informar que o sangue doado passa por análises para Vírus Linfotrópico da Cécula Humana (HTLV), doença de Chagas e sífilis e o Teste de Ácido Nucleico (NAT) para HIV e HCV – hepatites.

Organismo hidratado

O enfermeiro Reinaldo Melo, responsável técnico pela coleta no Hemose, explica que o triador clínico do Hemose é treinado para avaliar as condições de saúde do voluntário apto à doação. “Estar bem de saúde é um dos critérios para realizar o ato de doar sangue. Por isso que o voluntário deve ficar atento para o seu estado de hidratação, aumentando o consumo de água e sucos de frutas naturais”, informa.

Adolescentes podem doar

Adolescentes com idades entre 16 e 17 anos podem doar sangue, para isto, é necessário a apresentação do termo de autorização, que deve ser assinado pelos pais ou responsável legal do jovem. De acordo com dados estatísticos do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), gerenciado pela Secretaria de Estado da Saúde( SES), 10% das doações registradas pelo serviço correspondem ao público dessa faixa etária que mantém a doação como uma rotina regular a cada três ou quatro meses.

O termo de autorização é um formulário próprio fornecido na unidade e também está  disponível para download no endereço eletrônico: www.hemose.se.gov.br. No ato do cadastro para doação de sangue, é necessário fazer a entrega do documento que deve estar preenchido, assinado e deve ser apresentado junto com cópias do documento de identidade do menor doador e do responsável legal.

Fonte: SES

 

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais