Higienização: especialista ensina como limpar cada tipo de brinquedo

0
Especialista em microbiologia e biotecnologia, Rejane Batista (Foto: Arquivo pessoal)

A higienização correta dos brinquedos que as crianças utilizam diariamente é fundamental para evitar problemas de saúde, principalmente se outras pessoas tocam esses objetos com frequência. Considerando o período de isolamento social e a presença dos pais em casa por mais tempo, a doutora em biotecnologia e coordenadora do laboratório de microbiologia do Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS) , Rejane Batista, destaca algumas observações sobre esse cuidado.

Tendo em vista que as crianças experimentam sensações e desenvolvem a integração social por meio de brincadeiras, ela cita alguns dos problemas de saúde que podem ser causados pela limpeza incorreta dos materiais. “Vírus, bactérias e tantos outros parasitas microscópicos presentes na superfície de brinquedos não higienizados corretamente podem provocar vômitos, flatulência, diarreia, dores abdominais e viroses, além de desencadear alergias em nossas crianças”, diz.

Segundo Rejane, manter a regularidade na limpeza do ambiente onde as crianças costumam brincar, principalmente higienizando o chão com desinfetantes e água sanitária, é uma dica importante e que garante segurança. “Em ambientes e brinquedos que envolvem crianças menores, visto que elas têm tendência a levar objetos e a mão à boca, os materiais devem ser higienizados com mais frequência”, ressalta a profissional.

Ela acrescenta ainda que cuidado com acidentes domésticos também deve ser maior no período de isolamento social, já que as crianças estão distanciadas de suas escolas e, consequentemente, também assam mais tempo em casa. “Os pais precisam ser ainda mais cautelosos na higienização dos ambientes para assegurar a prevenção de acidentes domésticos caudados por brinquedos, por exemplo”, diz.

A variedade de materiais que compõem os brinquedos requer uma limpeza específica para cada um deles, como forma de evitar que o material não seja danificado e, principalmente, não libere toxinas para as crianças. Pensando nisso, Rejane destaca que os brinquedos que não podem ser lavados com água e sabão podem ser limpos com álcool 70%.

Saiba como higienizar cada tipo específico de brinquedo:

Brinquedos de pano ou pelúcia
Esse tipo de material deve ser lavado com água e sabão, sendo preciso esperar que sequem bem ao sol para evitar fungos.

Brinquedos de banho
Sempre após o uso no banho é fundamental secar os brinquedos com cuidado, removendo toda a água do interior do brinquedo. Além disso, os itens devem ser guardados fora do banheiro para diminuir a proliferação de fungos e bactérias comuns neste tipo de brinquedo quando não são bem higienizados e armazenados.

Revistas e livros
O indicado para esse tipo de material é que os pais apliquem plástico adesivo nas capas para que a limpeza possa ser feita com álcool 70%.

Brinquedos de EVA
A limpeza deve ser feita com um pano com água e sabão, além de deixar secar bem para evitar fungos e bactérias. Além disso, o uso do sabão neutro evita alterar a cor do EVA.

Brinquedos de metal
Evitar água. É sugerido o uso de pano com álcool 70%, já que a concentração do produto facilita a evaporação e evita ferrugens, além de ser a apropriada para a eliminação de microrganismos na superfície dos brinquedos.

Brinquedos de plástico e borracha
Devem ser colocadas de molho em uma mistura de água morna com vinagre ou detergente neutro. Dez minutos é o tempo suficiente para a higienização, que deve ser finalizada passando álcool 70%.

por Juliana Melo 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais