Homens estão usando nome da Vigilância Sanitária para aplicar golpes

(Foto: SMS)

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), alerta sobre um suposto funcionário da Vigilância Sanitária (Visa) de Aracaju que estaria entrando em contato com empresários, por telefone, afirmando ser fiscal do órgão com a finalidade de aplicar golpes a partir de ameaças.

Empresas e pessoas físicas têm comunicado à SMS e à Ouvidoria que estão recebendo ligações de pessoas que dizem serem funcionários da Vigilância Sanitária do município, as quais estariam repassando informações falsas.

“São ligações diversas com ameaças de interdição e denúncias de supostas inadequações sanitárias nos estabelecimentos. Todas essas ligações são falsas e a Vigilância não entra em contato com empresas fazendo qualquer tipo de ameaça, dizendo que vai interditar ou fechar. Isso não procede. Nosso trabalho consiste na fiscalização de caráter prioritário orientativo. Em casos de necessidade, é aplicada uma punição, depois de uma inspeção e avaliação do local realizada pelos profissionais”, explica a coordenadora da Visa, Maria Meneses.

Ações e denúncias

A Visa integra a Diretoria Jurídica e é composta pelas gerências de Ações Estratégicas, Saúde, Interesse à Saúde, Alimentos, Alimentos e Serviços Veterinários, Medicamentos e Produtos para a Saúde, e Núcleo de Arquitetura e Engenharia. Nos grandes eventos realizados pela Prefeitura de Aracaju, a equipe da Vigilância participa com o objetivo de fiscalizar e garantir a segurança dos alimentos e bebidas comercializados, a exemplo do Carnaval, Forró-Caju e Pré-Caju.

Ainda segundo a coordenadora, a Vigilância pode ligar ou marcar para inspeção de uma empresa em situações muito específicas, como às vezes o próprio empresário pede pela dinâmica do seu serviço, com horários de funcionamento alternativos, ou para as empresas que ainda não estão funcionando e precisam passar por uma vistoria prévia para sua abertura.

“Os fiscais, no ato do trabalho, são identificados com colete e crachá da Saúde de Aracaju. Para apuração de denúncias, a fiscalização nunca é agendada, os fiscais chegam de surpresa para verificar a rotina de funcionamento da empresa, para confirmar ou não o teor da denúncia registrada. A divulgação de fake news é crime e o responsável está sujeito às sanções penais. Para os empresários que receberam ligação com conteúdo ameaçador, a secretaria orienta contatar imediatamente o setor da Vigilância Sanitária de Aracaju, pelo telefone 3711-5042 ou através da Ouvidoria 0800-729 3534, opção 3”, reforça Maria.

Fonte: AAN

Portal Infonet no WhatsApp
Receba no celular notícias de Sergipe
Clique no link abaixo, ou escanei o QRCODE, para ter acessos a variados conteúdos.
https://whatsapp.com/channel/0029Va6S7EtDJ6H43FcFzQ0B

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais