Huse pode ser o novo hospital de retaguarda para renais

0
Reunião entre representantes da Arcrese e SES ocorreu ontem, 15 (Foto: Arcrese)

O Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) pode ser a nova unidade de retaguarda para pacientes renais. Atualmente, cada clínica particular conveniada com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) tem um centro de referência para atender pacientes quando há alguma intercorrência.

Porém, de acordo com o presidente da Associação de Renais Crônicos e Transplantados de Sergipe (Arcrese) Lúcio Alves, na prática, o Huse já este hospital. “O que acontece é que esses hospitais não funcionam como retaguarda e os pacientes acabam indo para o Huse. Então o que queremos é que, oficialmente, o Huse seja transformado em retaguarda e que haja um fluxo especial para esses pacientes renais”, defendeu.

Na tarde da última quarta-feira, 15, a Arcrese e a SES começaram a debater a possibilidade. A preferência dos renais pelo Huse é a equipe estrutural e humana da unidade. “Lá tem neurologistas, cardiologistas pediátricos, entre outros profissionais e toda uma estrutura operacional para atender os pacientes”, explica Lúcio Alves. A expectativa é de que, na próxima semana, já haja uma definição sobre o assunto.

por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais