Lacen recebe 29 mil testes PCR para diagnóstico do coronavírus

0
Laboratório de Biologia Molecular do Lacen (Foto: SES)

O diagnóstico para Covid-19 realizado pela técnica PCR-Tempo Real no Laboratório Central de Saúde Pública de Sergipe (Lacen) foi reforçado com a doação de 29 mil testes pelo Ministério da Saúde (MS), Petrobras e Banco Banese. Através da metodologia Reação em Cadeia da Polimerase em tempo real é possível fazer a extração, detecção e quantificação do material genético na amostra do paciente com suspeita da covid-19.

O superintendente do Lacen, Cliomar Alves dos Santos, ressaltou que as novas remessas do material garantem autonomia durante cinco meses para unidade. “Estamos realizando uma rotina mensal de pouco mais de três mil testes através da técnica de biologia molecular. Com essa doação teremos material suficiente para atender a demanda de todo o Estado”, destacou.
Conforme o farmacêutico-bioquímico, a técnica do PCR tem como principal benefício a amplificação em poucas horas de quantidades mínimas de material que permite a detecção rápida dos marcadores genéticos de doenças infecciosas a exemplo da covid-19.
Atualmente, o Lacen analisa as amostras de casos suspeitos coletados em todo Estado e realiza a pesquisa de oito agentes causadores de infecções respiratórias. “Além dos vírus respiratórios como Influenza A e B, Metapneuvírus, Adenovírus, Parainfluenza 1,2 e 3, realizamos os testes específicos para detecção do novo coronavírus”, explicou Santos.
De acordo com a gerente do laboratório de Biologia Molecular, Gabriela Vasconcelos Bezerra, somente no último final de semana a unidade recepcionou um total de 738 amostras de material coletado na narina e garganta para investigação da Covid-19.
“Recebemos esse material das unidades de saúde que atende o Sistema Único de Saúde – SUS, e dos hospitais que atende o público que possui plano de saúde particular”, detalhou a bióloga. Ela informou ainda que o Lacen não realiza a coleta de amostras. “A unidade recebe todo o material oriundo dos serviços, público e privado, responsáveis pela triagem do paciente e a coleta do material que será analisado no Lacen”, justificou a gestora.
Serviço
O laboratório de Biologia Molecular do Lacen realiza testes para o monitoramento dos linfócitos T CD4 e CD8, carga viral do HIV, hepatites B e C, Zika, Dengue, Chikungunya, Influenza e Meningites bacterianas.  A unidade é responsável pelas ações laboratoriais de média e alta complexidade em Vigilância em Saúde e complementação diagnóstica, visando o controle dos principais agravos de saúde da população no Estado.

 

Fonte: SES 

Comentários