Lacen vai realizar testes de sorologia para transplante de órgãos

0
Ao todo, serão realizadas onze análises de marcadores sorológicos para detecção do HIV, Hepatites virais do tipo B (HBSAg, Anti-HBs) e C, Toxoplasmose (IgG e IgM), Citomegalovírus (IgG e IgM), HTLV, Sífilis e Doença de Chagas (Foto: SES)

A partir da próxima semana, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) unidade gerida pela Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH), através da Secretaria de Estado da Saúde (SES),  realizará os exames de sorologia necessários para liberação de órgãos que seguirá para transplante. O fluxo foi definido durante uma reunião na segunda-feira, 3, com a participação da equipe de técnicos do Lacen e gestores da Central de Transplantes de Sergipe.

De acordo com a superintendente do Laboratório Central, Erivalda Gonçalves Barreto, a realização dos testes cumpre o contrato anual de atividades da FSPH com a Secretaria de Estado da Saúde. “O Lacen tem equipe de profissionais treinada para os procedimentos que serão automatizados através do equipamento Cobas e601”, informou ao ressaltar que a realização dos exames irá garantir autonomia e agilidade para o Estado no processo de doação e transplante de órgãos.
Ao todo,  serão realizadas onze análises de marcadores sorológicos para detecção do HIV, Hepatites virais do tipo B (HBSAg, Anti-HBs) e C, Toxoplasmose (IgG e IgM), Citomegalovírus (IgG e IgM), HTLV, Sífilis e Doença de Chagas. Conforme o gerente do laboratório de Imunologia e Biologia Molecular, Cliomar Alves dos Santos, as análises iniciam com as amostras de material do doador  encaminhadas pela Central de Transplante.
“Já estamos com tudo preparado, profissionais, equipamentos e insumos para que na próxima segunda iniciemos os procedimentos, e num período de no máximo três horas,  iremos liberar o resultado online, em tempo real, através do sistema de ambiente laboratorial – GAL”, detalhou o gestor.
Na oportunidade,  os profissionais também visitaram o laboratório onde serão realizadas as análises. Segundo o coordenador da Central de Transplante, Benito Fernandez, Sergipe já realiza transplante de córnea e de coração, além da captação de outros órgãos para a Central Nacional de Transplantes (CNT). “A partir de agora serão realizados no Lacen exames confirmatórios e todos os marcadores sorológicos com mais agilidade. Conforme a legislação que normatiza os serviços de transplante de órgãos e tecidos”, destacou.
Parque tecnológico
A estrutura para realização dos exames de sorologia dos doadores é realizado no laboratório de Imunologia que dispõe de subáreas de exames nas metodologias de eletroquimioluminescência, enzimaimunoensaio, blotting e imunofluorescência com equipamentos modernos e com resultados interfaceados com o sistema operacional e pessoal treinado em todas as tecnologias. O espaço também dispõe de freezers e refrigeradores para armazenamento de amostras e reagentes.

 

Fonte: SES 

Comentários