Mais de 400 vítimas da Covid-19 em SE não tinham comorbidades

0
(Foto: Ilustrativa/Pixabay)

Apesar de ser mais letal para pessoas com doenças crônicas e graves, a Covid-19 também representa perigo para quem não tem problemas de saúde. Das 1.489 vítimas da doença no Estado, até o momento, 432 eram pessoas sem comorbidades, segundo números divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Dessas 432 vítimas, 275 eram idosos com 60 anos ou mais, considerados saudáveis, mas que estão incluídos em grupo de risco por conta da idade – já que a imunidade dessa faixa etária é menor que em outras. Até o momento os idosos são as maiores vítimas da doença.

Os números também mostram que 152 pessoas infectadas pela Covid-19, tinha entre 0 e 59 anos de idade, sem problemas de saúde, mas registraram agravamento do quadro de infecção provocado pelo vírus e vieram a óbito. Entre elas, 13 crianças com menos de 10 anos.

A projeção de um estudo desenvolvido pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) é que somente ao final de agosto Sergipe passe a ter uma estabilidade de casos, com perspectiva de descenso. Até o momento já são 60 mil pessoas infectadas e 1.489 mortes.

Por Ícaro Novaes

Comentários