Maternidade Nossa Sra. de Lourdes pede doação de frascos de vidro

0
Os potes de vidro de café solúvel, são apropriados para o armazenamento do leite humano, eles não acumulam cheiro nem resíduos (Foto: Ascom/SES)

A Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, está intensificando, através do Banco de Leite Marly Sarney, o pedido pelas doações de frascos de vidro como os de café solúvel, para o armazenamento de leite materno. O alimento é completo para as crianças no início da vida, já que contêm proteínas, vitaminas, água, gorduras e outros benefícios para o desenvolvimento dos prematuros. Quem explica é a coordenadora do Banco de Leite Marly Sarney, Bárbara Reis.

Segundo a enfermeira, o aleitamento materno, reduz em 13% a mortalidade até os cinco anos, evita diarreia e infecções respiratórias, além de diminuir o risco de alergias, diabetes, colesterol alto e hipertensão. “O leite materno ajuda na nutrição da criança e reduz a chance de obesidade”, ressalta a especialista.

Barbara atenta que esse alimento, quando coletado para doação, precisa estar bem estocado nos frascos de vidros com tampas de plástico, como os de café solúvel. Esse material é esterilizado e seguro, pois é resistente ao congelamento e descongelamento. “O processo evita que o leite não perca os seus nutrientes. Também não acumula cheiro e nem resíduos com o uso da tampa de plástico”, ressalta a enfermeira.

O mês de maio é dedicado ao incentivo a doação de leite materno, a MNSL está intensificando, através do Banco de Leite Marly Sarney, o pedido de doações desses frascos. “A campanha pela doação de frascos de vidro acontece durante todo o ano, mas esse mês ela é intensificada. Essa é uma forma de solidariedade que ajuda os bebês prematuros internados na Unidade Terapia Intensiva (UTIN), já que o leite materno é considerado o mais completo alimento para o bebê, reforça a gerente do Banco de Leite Marly Sarney, Magda Dória.

“Os potes de vidro de café solúvel, são apropriados para o armazenamento do leite humano, eles não acumulam cheiro nem resíduos. É um material perfeito para guardar o leite materno no freezer antes de depois da pasteurização feita pelos bancos de leite”, certifica.

Transporte

O leite coletado pela mãe é transportado por funcionários do serviço, que se orienta por regiões (bairros próximos), acondicionando em caixas isotérmicas, contendo gelo reciclável, com termômetro de máxima e de mínima, o qual é levado o mais rápido possível para o banco de leite, onde é passado álcool a 70% em todos os vidros e acondicionado no freezer específico para depois ser pasteurizado. Antes ele passa por uma seleção rigorosa, para depois ser pasteurizado e armazenado em condições corretas de higienização e acondicionamento assegurando assim a qualidade do produto e evitando a transmissão de doenças, conforme determina a Rede Nacional de Banco de Leite Humano.

Locais

Banco de Leite Marly Sarney – Rua Mato Grosso S/N Bairro José Conrado de Araújo. Aracaju (SE). Telefone (79)3226-6308.. Emailblhumano.mhfb@saude.se.gov.br.
Maternidade Nossa Senhora de Lourdes: Avenida Presidente Tancredo Neves. Bairro América. Aracaju (SE).

Banco de Leite Humano Irmã Rafaela Pepel: Rua Jackson de Figueiredo, 401. Centro, Itabaiana (SE). CEP 49500-00. Telefone (79) 3431-2290. Fax (79) 3431-2290. Email diretoria@msjose.com.br.

Maternidade Zacarias Júnior/Banco de Leite Humano Zóed Bittencourt: Rua Hiipólito Santos. Centro, Lagarto (SE). CEP 49400-000. Telefone (79) 3631-2723. Fax (79) 3631-9319. Email bancodeleite@maternidadelagarto.com.

Coleta – Posto de Coleta do Hospital Santa Isabel “Dr. Fernando Guedes”: Avenida Simeão Sobral. Bairro Santo Antônio. Aracaju (SE). CEP 49060-640. Telefone (79) 32124900. Fax (79) 3236-2053.

Fonte: Ascom/SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais