Medicamentos usados no tratamento da Covid-19 começam a faltar em SE

0
Medicamentos em falta estão sendo substituídos por outros (Foto: Pixabay)

O estoque de medicamentos utilizados para o tratamento de pacientes infectados pela Covid-19 em Sergipe já começa a registrar a falta de alguns produtos. A dificuldade em reabastecer o estoque foi citada pelo governador Belivaldo Chagas, em entrevista recente, quando disse que há dinheiro para comprar os produtos, mas os mesmos não estão sendo encontrados no mercado.

A situação é semelhante a vivenciada por outros estados brasileiros. Medicamentos e insumos essenciais para pacientes com a Covid-19 sofreram uma grande demanda mundial pela proporção que a pandemia do vírus tomou.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), os medicamentos que estão falta, em Sergipe, estão sendo substituídos por outros sem prejudicar o tratamento dos pacientes. Enquanto isso, a gestão segue buscando formas de abastecer o estoque para que mais produtos não faltem.

Em reunião por videoconferência com o Ministério Público de Sergipe, nesta quarta-feira, 1º, o diretor de vigilância em saúde do estado, Marco Aurélio, falou que há uma preocupação com o abastecimento de medicamentos e, por isso, a SES tem praticado um racionamento rigoroso de produtos.

Alguns estados já solicitaram ao Ministério da Saúde ajuda para ter acesso a medicamentos importantes no enfrentamento a pandemia, assim como insumos básicos e essenciais para leitos de UTI, como kit entubação.

Sergipe, até o momento, já registrou 701 mortes e 25.915 pessoas infectadas pelo vírus. Desse número, 14.878 já estão curadas.

Por Ícaro Novaes

Comentários